Patrícia Ecave
Coluna Vinhos e Viagens
por Patrícia Ecave
Jornalista, Digital Influencer e Sommelière Paranaense. Trabalhou como radialista por 7 anos e assessora política durante 15 anos. Realizou viagens enogastronômicas e cursos no país e no exterior, como Vale dos Vinhedos, Cone Sul e Europa. Organiza workshops, cursos, jantares harmonizados, treinamento de equipes e consultoria geral. Escreve sobre viagens, vinhos e gastronomia. @blendecave

Vinhos & Viagens: Cuidados com a alimentação contra o COVID-19

  • 19/03/2020
Vinhos & Viagens: Cuidados com a alimentação contra o COVID-19

O assunto mais abordado mundialmente neste momento é o “coronavírus”, pois o número de casos de contaminação não para de crescer. Trata-se de uma epidemia que iniciou na China e já deixou mais de 74 mil pessoas infectadas no país, além de causar mais de 2 mil mortes, até 19 de fevereiro de 2020. O vírus se propagou pelo mundo e, portanto, a necessidade de uma mobilização mundial para cessar a contaminação e conter a pandemia é fundamental.

Todos que puderem devem ficar em casa e, neste período de quarentena, temos que tomar cuidado até com nossos alimentos e bebidas adquiridos em supermercados ou outros estabelecimentos. Sobre isso, o professor do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Oscar Bruña-Romero, estabeleceu algumas medidas de prevenção fundamentais no combate à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Ele traz orientações para serem seguidas no cotidiano da população, ao utilizar um veículo ou ir ao mercado, por exemplo. Bruña-Romero é doutor pela Universidad de Navarra, na Espanha, e tem experiência em imunologia, biologia molecular, virologia/parasitologia, atuando principalmente nos seguintes temas: vírus recombinantes, desenvolvimento de vacinas e diagnóstico imunológico e molecular de doenças infecciosas.

Veja as medidas de precaução definidas pelo professor:

1. Nunca fique a menos de um metro de outro ser humano.

2. Considere sempre a sua mão suja. Nunca leve a mão à boca, ao olho ou nariz enquanto estiver no mercado, nem para coçar, nem para tocar nos cabelos.

3. Pague suas compras no cartão. Não aceite moedas e muito menos notas de papel até depois da pandemia.

4. Guarde álcool gel e álcool 70 com um rolo de papel toalha no carro. Coloque as compras no porta-malas e, em seguida, abra a porta do carro e passe álcool gel na mão (ainda fora do veículo). Molhe uma folha de papel toalha com álcool 70 e passe no volante, no freio de mão e na alavanca das marchas. Passe também na maçaneta (alavanca) da porta de dentro do carro, nos controles dos vidros e nos controles do rádio. Não faça desinfecção do carro por fora, é necessário sempre considerar que o veículo possa estar contaminado. Feche a porta, sente-se e desfrute a viagem.

5. Higienize os alimentos ao chegar em casa, principalmente aqueles que serão consumidos crus. Lave em água corrente e mergulhe as verduras e frutas em uma solução contendo água sanitária diluída em água corrente. Observe no rótulo da água sanitária a diluição ideal e o tempo necessário para deixar o alimento em imersão. Se não tiver essa informação no rótulo, busque outra marca, pois alguns produtos não devem ser utilizados em alimentos. Depois disso, enxágue com bastante água. Passe álcool 70 em embalagens de alimentos que serão armazenadas.

6. Caso tenha comprado itens que não são comestíveis, passe álcool 70 neles ou deixe ao sol direto por duas horas, no mínimo.

7. Sempre que chegar em casa da rua, tire os sapatos e troque a roupa. Lave os braços até o cotovelo. É fundamental ter uma ‘roupa de casa’, e a ‘roupa de rua’ que não quiser lavar diariamente, deixe sempre no mesmo lugar. Volte a vesti-la novamente apenas imediatamente antes de necessitar sair para a rua. Não transite em casa com ‘roupa de rua’.

8. Passe álcool 70 em todas as torneiras das pias de casa uma vez por dia, nas maçanetas das portas e nas chaves de casa e do carro.

9. Passe álcool 70 no seu celular, tablet, notebook, teclados e mouse uma vez por dia. Considere-os sempre sujos (lave as mãos ou passe álcool gel depois de usar).

10. E, claro, SEMPRE, em caso de dúvida, LAVE AS MÃOS.

Nós que gostamos de falar sobre gastronomia, portanto, não podíamos deixar de alertar para esses cuidados, e não esqueça: as garrafas de vinho que você adquirir também devem receber a limpeza necessária!

Por que o nome “Covid-19”?

O coronavírus foi se modificando ao longo do tempo, por isso os profissionais de saúde viram a necessidade de nomear cada um dos tipos do vírus de maneira diferente. No caso do último vírus descoberto, seu nome inicial era “novo coronavírus” ou SARS-CoV-2, porém a Organização Mundial da Saúde (OMS), no dia 30 de Janeiro de 2020, anunciou a mudança da nomenclatura do vírus para COVID-19.

Se cuidem!

Fonte: UFSC

Confira o video:

+ Notícias

whatsapp
Assista ao vivo

Leia Online

Atualize-se

Colunas

%d blogueiros gostam disto: