Vinhos & Viagens: Valorizar as características da uva é o conceito de produção da vinícola Fardo

  • 30/03/2020
Vinhos & Viagens: Valorizar as características da uva é o conceito de produção da vinícola Fardo

O Brasil possui várias regiões vitivinícolas que vem se destacando no decorrer dos anos, o Paraná é uma delas. O Estado possui diversas vinícolas, principalmente na região metropolitana de Curitiba e, na condição de paranaense que sou, quero destacar alguns trabalhos realizados em nosso estado. Hoje é dia de falar especificamente da Família Fardo.

Localizada no Distrito de Palmitalzinho em Quatro Barras, a Fardo é uma vinícola familiar que iniciou suas atividades com Ambrósio Fardo, gaúcho descendente de imigrantes do Vêneto que concretizou o sonho de construir uma vinícola quando comprou a área em 2002. Ali, em 2008, ergueu uma construção maravilhosa e acolhedora que se situa na Rodovia BR-116, KM 69, 550 – Palmitalzinho e em 2009 ocorreu a primeira vinificação teste nas instalações da vinícola. Foram adquiridos e mantidos toneis antigos que já pertenciam à família do Rio Grande do Sul, eles têm de 60 a 70 anos e sua conservação foi uma forma de manter também a história da família, além de proporcionar um belo visual. No segundo semestre de 2014, a marca foi lançada em um evento em Curitiba, a convite do consulado italiano.

A Vinícola possui várias linhas de vinhos, sucos, destilados, que ficam em uma loja com decoração especial e muito bonita, pois a vinícola foi construída com basalto trazido diretamente do Rio Grande do Sul, uma obra imponente e convidativa. O estabelecimento também recebe turistas e visitantes para um tour pela vinícola, que oferece a oportunidade de conhecer um pouco da sua história, equipamentos, processamento da bebida, e finaliza, é claro, com a prova do produto. Para atender ao público, são ofertados três diferentes roteiros de enoturismo e seus detalhes podem ser encontrados no site: https://www.familiafardo.com.br/.

Na visita que realizei fui recebida pelo enólogo Philipe Lima que apresentou toda a história da vinícola e nos conduziu para degustação que, sem dúvida, trouxe experiências enriquecedoras.

A experiência de harmonizar vinhos com diferentes pratos é uma arte e também um desafio em certos momentos. A composição química dos alimentos e dos vinhos interagem entre si e podem causar reações agradáveis ou não, o objetivo final é equilibrar as características e proporcionar satisfação ao nosso paladar. Em relação a essa experiência na Fardo, em primeiro lugar, quero elogiar a sala de degustação, impecável desde a arrumação da mesa – com jogo americano personalizado, talheres e taças adequadas –, até a disposição do ambiente – bonito e agradável –, tudo mantendo um padrão de organização, além de muito elegante! Por sugestão do enólogo Philipe, realizei a degustação do rótulo Casa Família Fardo, varietal de Malvasia, 100% paranaense com grissini e mel, para o meu paladar essa combinação ficou fantástica. A segunda experiência foi a degustação de um varietal de Malbec com queijo brie e mel de novo, parece estranho, não? Mas, ficou ótimo!

A terceira experiência foi com uma fatia de copa e uma pequena porção de mel harmonizados com vinho Tannat, o que, sem dúvida, despertou minha curiosidade e proporcionou uma experiência bastante exótica. Outra questão que me chamou bastante a atenção é o conceito da Família Fardo em relação à valorização das características das uvas utilizadas na produção de seus vinhos, para isso, portanto, nenhum dos seus vinhos passam por barrica de madeira. Enfim, foi um passeio muito agradável, informativo e o recomendo a você que aprecia o mundo dos vinhos e o enoturismo, pois não vai se arrepender!

+ Notícias