“A partir do dia 6 as escolas da rede estadual voltam num outro formato e com uma nova forma de ensinar”, diz chefe do Núcleo Regional de Educação

  • 02/04/2020
“A partir do dia 6 as escolas da rede estadual voltam num outro formato e com uma nova forma de ensinar”, diz chefe do Núcleo Regional de Educação

Na manhã desta quinta-feira (02), profissionais da rede estadual de ensino estiveram em uma webconferência com o secretario de Educação, Renato Feder, para traçar estratégias para que o ano escolar não seja comprometido.

“Hoje nós não falamos em perder o ano letivo. Pelo contrário, todas as possibilidades estão sendo avaliadas justamente para evitar que o ano seja comprometido”, enfatiza Luciana Aquiles Sleutjes, chefe do Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa. 

Ela comenta que as escolas estaduais estão em recesso até o dia 04 de abril, antecipando o recesso que aconteceria em julho, e várias alternativas estão sendo pensadas para depois dessa data.

Luciana relata que existe a possibilidade das aulas serão ministradas através de um canal aberto de televisão e com o apoio de aplicativos para smartphone. “As ações são previstas para atingir o maior número possível de alunos para que eles possam estudar, com qualidade, de casa”, frisa.

“O que eu posso adiantar é que a partir do dia 6 de abril as escolas da rede estadual voltam num outro formato e com uma nova forma de ensinar”, garante. A chefe do NRE destaca o esforço em conjunto para encontrar soluções e permitir que as aulas continuem de uma forma não presencial durante esse período. 

Ela imagina que essas mudanças na educação devem ser duradouras. “É nas crises que as virtudes aparecem. Acredito que a educação do Paraná dará um salto muito grande no que diz respeito a estar próximo aos nossos estudantes”, enfatiza. 

A educação será outra depois da Covid-19

Luciana Sleutjes, chefe do Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa

foto: Wikimapia

+ Notícias