Quinta-feira, 07 de Julho de 2022

Conexão Agrícola leva expectativas da safra a cooperados de Castrolanda no Paraná e em São Paulo

03/06/2022 às 15:52

A Castrolanda realizou, na última semana, mais uma edição do ‘Conexão Agrícola, evento voltado aos cooperados para conversar sobre as expectativas da safra e atualizações do mercado. Como de costume, os encontros foram divididos em duas etapas.

No primeiro dia, 26 de maio, a equipe da Área de Negócios Agrícola esteve com cooperados da região de Itaberá (SP). Já no dia 27 de maio foi a vez de Piraí do Sul receber o encontro. Os dois eventos aconteceram em unidades da Castrolanda.

A proposta dos encontros foi semelhante. A conversa teve início com um breve resumo da safra de verão e dos principais investimentos da Castrolanda visando a recepção, secagem e armazenamento de grãos. A apresentação ficou por conta do gerente de Negócios Grãos da Cooperativa, Diógenes Novakowiski.

Os dados apresentados mostraram uma grande evolução na recepção de milho dos cooperados: a Castrolanda passou de 71 mil toneladas da safra passada para 138 mil – aumento de 94,3% em relação ao ano anterior. O valor ainda traz um incremento de 19% em relação à recepção planejada de milho. Os números levam em conta somente a safra de verão. Com o milho safrinha, a expectativa é que a Cooperativa chegue à marca de 200 mil toneladas recepcionadas somente de cooperados.

Já a soja trouxe um incremento de mais de 6 mil toneladas em relação à safra de 2021, representando um aumento de 7% na recepção do grão. Por conta de um ano mais úmido, a Castrolanda precisou intensificar o processo de secagem da soja.

Na sequência, o Coordenador Comercial de Insumos da Castrolanda, Fabio Siebert, trouxe uma percepção do mercado global de fertilizantes, defensivos agrícolas e seus derivados. O momento atual, impulsionado pela guerra entre Rússia e Ucrânia, trouxe um crescimento médio de 30% nos preços de insumos em um espaço de tempo muito curto. O cenário de incertezas causado pelas alterações de rotas marítimas, sanções comerciais e questões de fluxo de dinheiro dificultam quaisquer previsões sobre o assunto, de acordo com a apresentação.

A conversa seguiu com a apresentação do cenário de sementes para a safra 2022/2023 na Castrolanda, conduzida pelo supervisor comercial de Sementes, Heitor Portella. Os cooperados ainda conheceram sobre as novas funcionalidades do aplicativo Ágil Castrolanda.

Intitulada ‘Conexão Operações de Mercado’, ela pretende levar ao produtor uma forma mais rápida, eficaz e segura no processo de comercialização dos produtos dentro da cooperativa, além de permitir que o cooperado tem mais visibilidade do mercado do agronegócio.

No aplicativo o usuário tem acesso às tendências do agro, informações de mercado, cotações atualizadas das principais commodities e variações do dólar. Por lá é possível realizar transações, autorizar a venda de produtos e acompanhar os registros da comercialização. Todo o processo faz com que o cooperado fique ainda mais próximo da Castrolanda por meio de uma ferramenta com mais agilidade.

Para fechar o encontro, os cooperados de São Paulo ficaram com uma apresentação sobre o cenário mundial do mercado de commodities, conduzida pelo CEO da OpenSolo, Eduardo Gradiz. Já os presentes no evento de Piraí do Sul participaram de um bate-papo com o consultor de Agronegócio do Itaú BBA, Cesar de Castro.

da Comunicação Castrolanda