Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

D’P Agro: Auxílio aéreo – Produtores rurais de Ponta Grossa e região têm usado drones para pulverizar defensivos agrícolas

2022-08-20 às 10:51

Produtores rurais de Ponta Grossa e região têm usado drones para pulverizar defensivos agrícolas. Conheça os benefícios da técnica

Por Michelle de Geus

O campo tem se tornado um grande palco de inovações tecnológicas. Com o objetivo de reduzir o impacto ambiental e o consumo de água, diversos produtores rurais estão optando pela pulverização com drones. De acordo com pesquisa realizada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em 2020, a técnica já está presente em 59% das propriedades do país. Entre as vantagens da pulverização com o equipamento, estão o não amassamento da lavoura, possibilitando a colheita total da área, e a pulverização em toda a lavoura, não importando o relevo e até mesmo em terrenos alagados ou logo após a chuva.

Há um ano e meio, o produtor rural Luiz Schebeski começou a utilizar a pulverização com drones e deu tão certo que ele já planeja aumentar o uso da técnica. Schebeski possui uma propriedade de 350 hectares no município de São João do Triunfo, dedicada ao cultivo de cereais, especialmente soja e milho. E também possui uma propriedade em Palmas e outra em Ponta Grossa, onde são produzidos 500 hectares de batata por ano. “Nós sempre estamos em busca das melhores tecnologias e de olho nas principais novidades do mercado, e com a pulverização com drones não foi diferente. Nós começamos a testar para ver se era interessante e nos deparamos com uma tecnologia muito rápida, eficiente e que consegue chegar a locais de difícil acesso”, explica.

Na visão do produtor, uma das grandes vantagens da pulverização com drones consiste na possibilidade de alcançar locais de difícil acesso da planta. “Com o movimento das hélices, o drone acaba abrindo a cultura e atingindo locais na parte de baixo da planta que dificilmente conseguimos acessar com o pulverizador normal”, explica, acrescentando é que nesse local onde começam as doenças e as pragas nas lavouras. Schebeski cita também outro importante benefício obtido pela pulverização com o equipamento: a colheita total da área. “Com o drone, não existe o amassamento que vemos na pulverização convencional com trator ou autopropelido. Isso significa menos perdas, maior produtividade e maior rentabilidade para o negócio”, avalia.

Aliado na pulverização

Para garantir a eficácia do processo, Schebeski utiliza o adjuvante AirQuatio, da TSM Group. “Esse produto melhora muito a deriva e a homogeneização da pulverização, com acréscimo de 5% a 10% na produtividade, dependendo da área da cultura”, aponta, acrescentando que houve uma redução de 10% a 15% no uso de água desde que começou a pulverizar com drones. “É uma técnica rentável, que se paga e que veio para ficar”, opina. O produtor observa ainda que, pelo segundo ano, vem utilizando o TSM Shield para manejo do mofo branco (doença que pode comprometer a produtividade da fazenda), obtendo bons resultados.

Foto: Luiz Schebeski

 

“A pulverização com drones é uma técnica rentável, que se paga e que veio para ficar”

Luiz Schebeski, produtor rural

 

Aplicação perfeita

O engenheiro agrônomo Gustavo Chagas, técnico da TSM Group, é especialista em pulverização com drones e tem ajudado produtores dos Campos Gerais a usarem a tecnologia para aumentarem a produtividade e a performance nas propriedades. Chagas destaca que os drones têm capacidade para até 30 litros de defensivos agrícolas e são capazes de pulverizar até três hectares por voo, chegando a seis hectares por hora. O rendimento médio, segundo ele, é de 35 a 40 hectares por dia, o que proporciona muito mais agilidade e eficiência na pulverização.

De acordo com ele, foi levando isso em consideração que a TSM desenvolveu o AirQuatio, adjuvante criado especialmente para otimizar as aplicações áreas. “Seguindo o avanço tecnológico das aplicações via aérea e com a visão de otimizar ainda mais a pulverização, a TSM desenvolveu um produto que se encaixa perfeitamente nos parâmetros para que a pulverização seja aproveitada ao máximo, preenchendo todos os requisitos para uma aplicação perfeita”, explica.

Indispensável

O engenheiro explica que o AirQuatio pode ser usado em qualquer tipo de aplicação aérea, seja com drones, helicópteros ou aviões agrícolas. “Ele é indispensável durante a pulverização, pois tem a função de antideriva, possibilitando a maior exatidão do alcance dos produtos pulverizados”, observa, adicionando que o produto é especialmente indicado para regiões de altas temperaturas ou com ventos fortes, e que pode ser utilizado em conjunto com herbicidas, fungicidas inseticidas e toda a linha de produtos da TSM.

 

Conteúdo publicado originalmente na Revista D’Ponta #291 Agosto de 2022.