Sábado, 20 de Julho de 2024

Governo vai impulsionar políticas para mulheres rurais com crédito e ações específicas

2023-05-11 às 19:48
Foto: Valdelino Pontes

Uma das ações que será debatida no governo é a criação de uma linha específica para mulheres dentro do programa Banco do Agricultor Paranaense, além de benefícios no programa Coopera Paraná

O Governo do Paraná, por meio do Sistema Estadual de Agricultura (Seagri), Fomento Paraná e outras entidades parceiras, vai fortalecer políticas públicas para as mulheres que atuam na agricultura familiar. O assunto foi discutido nesta quinta-feira (11), na Expoingá, em reunião com a primeira dama Luciana Saito Massa, o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, e equipes do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar-Emater (IDR-Paraná) e da Fomento Paraná.

Uma das ações que será debatida no governo é a criação de uma linha específica para mulheres dentro do programa Banco do Agricultor Paranaense, além de benefícios no programa Coopera Paraná, segundo Ortigara. “A participação das mulheres na gestão das propriedades rurais aumentou. As agroindústrias têm ótimos exemplos. Estamos dando forças na cooperação, no associativismo, e intensificando nossas ações”.

Segundo o presidente do IDR-Paraná, Natalino Avance de Souza, o acompanhamento que a entidade faz com agricultores familiares mostra que projetos com participação de mulheres têm mais resultado. “Quando esses projetos se fazem em grupos, a exemplo das Mulheres do Café e também da Uva, avançamos mais rápido”.

A primeira dama defendeu mais presença de mulheres nas decisões dentro das propriedades rurais. “É preciso ouvir as mulheres e dar a elas o poder de transformar a realidade em várias áreas”, disse Luciana. Ela reforçou que é um compromisso do Estado atender a agricultura familiar.

Apoio

Técnicos do IDR-Paraná apresentaram iniciativas bem sucedidas com mulheres em pequenas propriedades, que têm gerado renda e apresentado novas possibilidades de desenvolvimento ao aliar diferentes atividades, como no turismo rural.

Programas de governo como o Renda Agricultor Familiar, por exemplo, têm garantido melhorias em propriedades de famílias em situação de vulnerabilidade econômica e social, explica a extensionista do IDR-Paraná Carolina Moreira. “Estamos atendendo mulheres não só na agricultura, mas na questão da saúde e na parte social”.

Fomento

O diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves, e o diretor de Mercado, Vinícius Rocha, também participaram da reunião. A Fomento Paraná mantém o programa Banco da Mulher Paranaense, que oferece condições diferenciadas de taxas de juros reduzidas para apoiar empreendimentos que pertencem a mulheres ou nos quais há pelo menos uma sócia mulher.

Outras iniciativas estão em estudo e a intenção é levar também às mulheres do campo essa alternativa de crédito em condições adequadas, que pode contribuir significativamente com o desenvolvimento e a melhoria da renda e da qualidade de vida das famílias.

da AEN