Sexta-feira, 25 de Junho de 2021
foto: Clebert Gustavo

Horta Comunitária do Costa Rica ganha barraca para comercializar produtos

Objetivo é incentivar a comercialização e o consumo de legumes e hortaliças, bem como garantir a segurança alimentar das pessoas
20/05/2021 às 18:39

A Prefeitura de Ponta Grossa entregou nesta quinta-feira (12) uma banca para comercialização de produtos para os responsáveis para Horta Comunitária do Conjunto Residencial Costa Rica. O Programa é viabilizado, por uma parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Prefeitura de Ponta Grossa (SMAPA), a Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) e a Copel foi firmada no fim de 2017.

Bruno Costa, responsável pela SMAPA, conta que desde 2018, está em funcionamento o Programa no Conjunto Costa Rica, comunidade pioneira que conta com a participação de 15 famílias, além de atender a comunidade em geral. A SMAPA entrega em torno de 100 mudas de diversas espécies com alface, repolho, couve, brócolis, beterraba, e temperos. “Por ocasião da pandemia a distribuição de mudas foi interrompida, porém o retorno está programado para as próximas semanas”, disse.

A horta comunitária do conjunto habitacional Costa Rica conta com 78 canteiros disponíveis para o cultivo de mudas ou sementes, os alimentos produzidos no local são úteis para abastecer as casas das famílias e até gerar uma renda extra aos beneficiários que comercializam os produtos cultivados.

Tereza Santos da Silva é uma das cuidadoras da horta comunitária. Ela conta que além do alimento na mesa, plantado também por ela, a comercialização dos produtos cultivados na horta garante um auxílio financeiro para sua família. “Eu tenho os meus netos e em alguns dias que eu não tinha dinheiro nem para o leite. Com a horta comunitária, conseguimos defender também um dinheirinho com a venda das verduras e legumes. Dessa forma, está feita a feira, nós tínhamos o alimento em casa e o da horta.”, conta.

De acordo com o secretário Bruno Costa, a Horta Comunitária no Costa Rica foi criada com a intenção de incentivar a produção e o uso de alimentos orgânicos. “O objetivo é ocupar de maneira produtiva estes espaços e contribuir com a segurança alimentar das famílias. É importante fomentar esses projetos e incentivar a produção de mudas tanto das hortas nos quintais das residências quanto nas comunitárias para que mais pessoas possam se beneficiar, A finalidade da barraca é dar incentivo para a comercialização dos produtos da horta comunitária”, finaliza o secretário.

da Assessoria