Sábado, 18 de Maio de 2024

Governador do RS cita ‘receio’ por impacto de doações no comércio e depois se desculpa

2024-05-15 às 14:23
Foto: Secom

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), foi criticado nas redes sociais após citar uma preocupação com o “impacto” que as doações em excesso podem causar no comércio local. Após repercussão do caso, Leite pediu desculpas.

Durante entrevista à BandNews FM, Leite agradeceu pelas doações, mas manifestou temor por comércios locais. “Quando você tem um volume tão grande de doações físicas chegando ao estado, há um receio, que nós observamos em outras situações, sobre o impacto que isso terá no comércio local”, disse o governador.

“O que pode ter, na verdade, é uma cidade que foi impactada, o comércio local impactado também, e o reerguimento desse comércio fica dificultado à medida que você tem uma série de itens que estão vindo de outros lugares do país”, acrescenta Eduardo Leite.

Horas depois, Leite afirmou nas redes sociais que a declaração foi um “mal-entendido”. “Em nenhum momento eu tive a menor intenção de inibir ou desprezar as inúmeras doações que o Brasil e o mundo estão fazendo para ajudar o nosso Rio Grande do Sul nessa reconstrução”, afirmou.

Governador afirmou que preocupação com o comércio local ficará para “outro momento”. “Ao falar dessa situação, eu acabei misturando com a questão das doações. O impacto nos comércios locais vai ser para outro momento, e não durante essa onda de solidariedade que está nos abraçando”, explicou. Antes, na entrevista, ele havia dito que pediu a criação de uma ferramenta para doações diretas a pequenos comerciantes.

Leia a matéria completa do UOL