Quinta-feira, 25 de Abril de 2024

Instituto Mundo Melhor oferta mais de 200 cursos profissionalizantes para detentos e comunidade na Paraíba

2020-10-21 às 10:24

Em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba, o IMM ofertará 230 cursos profissionalizantes aos 12.800 reeducandos do Estado.

Com seus projetos se estendendo a todo Brasil, nesta terça-feira (20), o Instituto Mundo Melhor assinou um convênio com a Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba, que irá oferecer 230 cursos profissionalizantes aos 12.800 reeducandos do Estado, aos seus familiares e profissionais da Seap-PB. A concretização da parceria contou com a presença da presidente do IMM, Cirlei Simão Pauliki, do presidente do Grupo MM, Jeroslau Pauliki, e do secretário estadual de Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca.

Com este convênio, o IMM passa a marcar presença em 12 estados do Brasil, sendo cinco deles somente no Nordeste. A presidente do Instituto, Cirlei Pauliki, destaca a contribuição dos governos dos estados da região. “Estamos com uma estratégia de nacionalização do Instituto e a Paraíba é muito importante, já que é o quinto estado do nordeste que nós estamos presentes. E isso ocorre, principalmente, porque os governos de Estado têm sinalizado muito positivamente para nós. As secretarias de Estado são muito boas nisso, a nossa parceria é muito forte”, afirma Cirlei.

Cirlei Pauliki, presidente do Insituto Mundo Melhor

O objetivo principal da parceria entre a Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba e o Instituto Mundo Melhor é de colaborar com a inserção social das pessoas privadas de liberdade, após o cumprimento de suas sentenças judiciais nas unidades prisionais da Paraíba. Para o presidente do Grupo Mercado Móveis, Jeroslau Pauliki, os mais de 200 cursos profissionalizantes oferecidos pelo Instituto representam geração de renda e a oportunidade para os reeducandos cumprirem o seu papel na sociedade.

“Com nossas ferramentas de trabalho e a rede formada com nossos parceiros conseguimos colaborar na transformação social dos detentos. Através de ações conjuntas e organizadas, podemos enfrentar as dificuldades e vislumbrar um mundo melhor para o nosso país”, pontua o fundador do IMM, Jeroslau Pauliki.

Jeroslau Pauliki, fundador e presidente do Grupo Mercado Móveis, mantenedor do Instituto

Os cursos serão ofertados na modalidade de Educação à Distância (EAD) e os alunos receberão certificados com validação acadêmica da Universidade Norte do Paraná (Unopar). Os reeducandos poderão adquirir conhecimento nas áreas de educação, saúde e bem-estar, informática, línguas, administração e empreendedorismo, e governança doméstica.

Segundo o secretário Sérgio Fonseca, a Seap da Paraíba está vivendo um novo momento, em que a ressocialização é a maior prioridade. “Mesmo em meio a pandemia, não paramos nossos projetos para continuarmos melhorando o sistema penitenciário da Paraíba. Essa parceria chega em boa hora, com certeza contribuiremos para devolver a dignidade para nossos reeducandos e seus familiares, uma vez que eles poderão fazer os cursos se forma gratuita”, frisa.

A parceira entre a Seap-PB e o IMM surgiu através da gerência de Ressocialização da Seap e tem como principal objetivo contribuir com a inserção social das pessoas privadas de liberdade. “Ao conhecermos o excelente trabalho que o Instituto Mundo Melhor estava fazendo em algumas penitenciárias do país, fomos atrás para trazer também para as unidades prisionais da nossa Paraíba”, destaca o gerente de ressocialização João Rosas.

Com informações da assessoria/Fotos: Divulgação