Lula se emociona e defende a democracia em cerimônia de diplomação | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Lula se emociona e defende a democracia em cerimônia de diplomação

2022-12-12 às 16:36

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se emocionou em cerimônia de diplomação nesta segunda-feira (12), que ocorre no Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ). O evento representa o final do processo eleitoral e antecede a posse, que será realizada no dia 1º de janeiro de 2023.

Lula começou cumprimentando os ministros presentes, sua esposa, Janja da Silva, a ex-presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente José Sarney, únicos ex-chefes do Executivo presentes na cerimônia.

“Na minha primeira diplomação em 2002, lembrei da ousadia do povo brasileiro em conceder para alguém tantas vezes questionado por não ter diploma universitário…”, disse Lula tomado pela emoção.

O petista foi aplaudido após se emocionar. Os apoiadores presentes ainda entoaram o bordão “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”.

“Me desculpem pela emoção, mas quem passa pelo que eu passei e está aqui agora é a certeza de que Deus existe”, continuou Lula.

E acrescentou: “Esse diploma é do povo que reconquistou o direito de viver em democracia. Vocês ganharam esse diploma”.

Em seguida, o presidente diplomado afirmou que hoje seria um dia de celebração da democracia.

“Muito mais que a diplomação de um presidente eleito, está é a celebração da verdadeira democracia. Poucas vezes na história desse país, a democracia esteve tão ameaçada. Poucas vezes a vontade popular foi tão colocada a prova e teve que vencer tantos obstáculos para ser ouvida.”

A diplomação
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é responsável por diplomar as pessoas eleitas para ocupar os cargos de presidente e vice-presidente da República. A diplomação ocorre para formalizar a escolha da maioria dos brasileiros nas urnas eletrônicas.

A entrega dos diplomas é obrigatória, segundo a Justiça Eleitoral, para ocorrer antes da posse, pois representa a confirmação de todas as exigências previstas na legislação eleitoral e estão aptos para exercer o mandato.

do IG