Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Marcelo Rangel desabafa sobre repercussão do vídeo da filha mostrando a vacina contra COVID-19

14/01/2021 às 09:55

Na manhã desta quinta-feira (14) o ex-prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, usou o programa que apresenta todos os dias na Rádio Mundi FM para desabafar sobre a repercussão que o vídeo em que a sua filha mostra um frasco da vacina contra COVID-19 teve nas redes sociais e nos noticiários do Brasil todo.

“Não entendemos porque tanta repercussão, já mostrei o frasco várias vezes, inclusive aqui no programa”, desabafa Rangel. No início da semana, um vídeo de Juliana Rangel, filha do ex-prefeito, causou polêmica nas redes sociais. O vídeo foi publicado na plataforma TikTok com um desafio: “Mostre alguma coisa que você tem em casa, que provavelmente mais ninguém tenha e que você acha muito legal”. Juliana aparece no vídeo exibindo um frasco da vacina CoronaVac.

Marcelo Rangel explica que recebeu o frasco como lembrança da sua visita ao Instituto Butantan, em dezembro de 2020. “Já mostrei várias vezes aqui no programa esse frasco. Eu recebi esse frasco no Instituto Butantan, em dezembro, enquanto eu era prefeito, no primeiro dia de produção da CoronaVac no Instituto. Ao término da visita, o Butantan falou: ‘esse frasco, vocês podem levar'”, afirma. Rangel ainda declara que o frasco contém uma mostra inativa da vacina. “Claro, é óbvio, não precisa nem ser muito inteligente pra dizer que isso aqui é inativo, tá escrito no frasco. Isso aqui não pode ser utilizado em lugar nenhum, até porque está fora da geladeira”, destaca.

O ex-prefeito afirma que o vídeo que a filha de 19 anos publicou nas redes sociais teve mais repercussão que as festas clandestinas que os jovens frequentam. “Ela estava incentivando a vacinação entre os jovens que estão nem aí pra vacinação”, afirma.

Rangel também afirma que não tomou a vacina CoronaVac. “Estavam falando nas redes sociais que o Marcelo tomou a vacina, não, não existe como tomar isso aqui. Esse frasco está inativado”, enfatiza.

As declarações foram feitas por Marcelo Rangel durante o programa Nilson de Oliveira, na Rádio Mundi FM, na manhã desta quinta-feira (14).