Segunda-feira, 20 de Maio de 2024

Ministério da Saúde divulga novo protocolo e cloroquina está liberada para todos os pacientes com coronavírus

2020-05-20 às 11:28

Diante da recusa de dois ministros da Saúde, que optaram por pedir demissão para não assinar o documento, coube ao general Eduardo Pazuello, que assumiu a pasta de forma interina, liberar a cloroquina para todos os pacientes de Covid-19. Em documento divulgado nesta quarta-feira (20) com o novo protocolo, o ministério recomenda a prescrição do medicamento desde os primeiros sinais apresentados.

Até o momento, a droga era usada apenas em casos graves. Nesta terça-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro já havia anunciado que o  Ministério da Saúde iria publicar um novo protocolo para o uso da hidroxicloroquina e da cloroquina. “Amanhã cedo (20), o ministro da Saúde vai assinar o novo protocolo da cloroquina. O último protocolo era de 31 de março, permitia a cloroquina apenas em casos graves. E agora não, esse novo protocolo é a partir dos primeiros sintomas. Quem não quiser tomar não toma”, afirmou.

Novo protocolo

No documento divulgado nesta quarta-feira, o Ministério da Saúde formaliza o novo protocolo de uso do medicamento e passa a orientar a prescrição da substância desde o primeiro dia de sintoma da doença.

A orientação do ministério é pela prescrição de cloroquina ou sulfato de hidroxicloroquina, ambas combinadas com azitromicina, mesmo para casos leves. As doses dos medicamentos se alteram conforme o quadro de saúde. O documento avisa que cabe ao médico prescrever e que o paciente deve assinar um termo de “Ciência e Consentimento” sobre o uso da droga.

O protocolo inclui declarar conhecer que o tratamento pode causar efeitos colaterais que podem levar à “disfunção grave de órgãos, ao prolongamento da internação, à incapacidade temporária ou permanente, e até ao óbito.”

Leia mais em: https://www.bandab.com.br/saude/ministerio-da-saude-libera-cloroquina-para-todos-pacientes-com-coronavirus/

Informações/Imagem: Banda B/Estadão Conteúdo