Sábado, 06 de Março de 2021
foto: Clebert Gustavo

Ministério Público pede prisão de técnica de enfermagem acusada por falsa vacinação

22/02/2021 às 17:05

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) pede à Justiça a prisão preventiva da técnica de enfermagem Rozemary Gomes Pita , de 42 anos, indiciada por peculato e crime contra a saúde pública . As informações são do G1 .

No dia 12 de fevereiro de 2021, Rozemary fingiu aplicar a vacina CoronaVac em um idoso em Niterói , no estado do Rio de Janeiro. Em sua defesa, a técnica de enfermagem alegou que estava “extremamente cansada e estressada”. Ela já foi desligada do quadro de funcionários pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Segundo o MPRJ , a liberdade da profissional da saúde “traz riscos para a ordem pública”, sendo a custódia cautelar preventiva solicitada a medida necessária para a prevenção do crime narrado”.

A 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Territorial do núcleo de Niterói diz que Rozemary cometeu crimes intencionais (apropriação ou desvio de um bem público por servidor. A pena prevista para as infrações é de quatro anos.

do IG