Segunda-feira, 17 de Junho de 2024

Número de mortes causadas por enxurrada em Santa Catarina sobe para 12

2020-12-18 às 10:29

O número de mortes confirmadas por conta da enxurrada que atingiu o Alto Vale do Itajaí durante a madrugada subiu para 12. São nove mortes em Presidente Getúlio, a cidade mais atingida, duas em Rio do Sul e uma em Ibirama, segundo boletim divulgado no fim da tarde pela Defesa Civil de Santa Catarina. Há informação também de desaparecidos. Equipes da Defesa Civil, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) atuam desde a madrugada desta quinta-feira, 17, no resgate e levantamento de perdas.

>>> Boletim completo aqui 

Desde o início do dia, o governador Carlos Moisés participou de reuniões com os chefes do Corpo de Bombeiros Militar e da Defesa Civil estadual para coordenar o auxílio às vítimas. Durante a manhã, no ato de inauguração do Centro de Inovação de Blumenau, o governador afirmou que a Defesa Civil Nacional também está acompanhando a situação em Santa Catarina e colocou a sua estrutura à disposição do Estado.

“Estamos sensíveis à situação. Equipes de outras partes do Estado foram deslocadas para atender a demanda local. O Governo está presente por meio de suas estruturas, como as polícias, o Corpo de Bombeiros, o IGP e a Celesc. Desde cedo estamos envolvidos na coordenação do auxílio às vítimas. Nossa prioridade é preservar vidas e registramos a nossa solidariedade aos familiares das vítimas e a todos os atingidos por esta tragédia”, declarou Carlos Moisés.

Por conta do mau tempo, o governador não conseguiu se deslocar para o Alto Vale. Em um vídeo gravado durante a tarde em Blumenau, Carlos Moisés informou que o Grupo de Ações Coordenadas (Grac) se instalará por cerca de uma semana na cidade de Rio do Sul, sob o comando do chefe da Defesa Civil, o coronel Aldo Neto. O governador também ligou para os prefeitos das cidades atingidas para colocar a estrutura do Estado à disposição.

O presidente Jair Bolsonaro ligou para o governador para manifestar pesar pelas vítimas e informou que o secretário nacional de Defesa Civil chegaria a Santa Catarina ainda nesta quinta-feira, 17, para acompanhar a situação.

Boletim divulgado pela Defesa Civil de Santa Catarina por volta das 18h desta quinta-feira (17) informa que já foram disponibilizados aproximadamente cinco mil itens de assistência humanitária no Alto Vale, incluindo cestas básicas, kits de limpeza e de higiene pessoal, além de fardos de água mineral. O município de Presidente Getúlio decretou estado de calamidade pública por conta da enxurrada. Rio do Sul decretou situação de emergência;

A Defesa Civil mantém o alerta de risco alto de deslizamentos nos municípios do Alto Vale para os próximos dias, que seguirão com tempo instável. As comportas das barragens de Taió e Ituporanga seguem fechadas.

Equipes do Instituto Médico Legal (IML) se deslocaram de outras regiões para o atendimento das vítimas em Presidente Getúlio. Além do Alto Vale do Itajaí, também houve registro de danos e alagamentos na Grande Florianópolis e no Sul do Estado por conta do temporal.

Da assessoria do Governo de Santa Catarina /Fotos: CBSC