Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

Reabertura da tríplice fronteira em Foz do Iguaçu segue indefinida

2020-08-21 às 09:37

Umas das questões mais afetadas pela pandemia da COVID-19 foi o fechamento do comércio e da tríplice fronteira como um todo entre, Brasil, Argentina e Paraguai, em Foz do Iguaçu. Sobre esse ponto, há várias discussões, rumores, e ideias sobre o tema e como fazer para seguir todos os protocolos de saúde. No entanto, ainda não há nada concreto.

Comerciantes querem entrega de produtos

Em entrevista ao Portal da Cidade de Foz do Iguaçu, Juan Vicente Ramírez, vice-presidente da Câmara de Comércio e Serviços de Ciudad del Este, uma possibilidade era a de entrega de produtos. Ele ainda acredita que a reabertura da Ponte da Amizade, já está inclusive atrasada. “A Chancelaria Nacional está presenciando a implantação do Centro de Logística para Entrega de Produtos, parece-me que ele está chegando um pouco atrasado. Devido à nossa necessidade e urgência, opto por reabrir a ponte em conformidade com um protocolo”, explica.

Secretário não fala em previsão

O secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla, em conversa com o D’Ponta News, relata que esta decisão de reabrir as fronteiras é uma decisão que compete aos presidentes de cada República, então torna-se difícil fazer previsões. “São as autoridades máximas de cada país que tem a prerrogativa de decidir. O presidente do Paraguai chamou pra si a responsabilidade e disse que não vai reabrir agora, na Argentina a mesma coisa”, diz.

Outro ponto que dificulta é a aceleração de casos no Paraguai, por isso, o secretário julga improvável neste momento precisar uma data para o retorno do turismo entre as fronteiras. “Não temos ainda previsão de reabertura. Tem muita discussão aí, conversa com os governos. Porém, o Paraguai está em um momento de aceleração da pandemia agora. Então, acho meio improvável que ocorra tão cedo. Não saberia dizer, quando reabre”, conclui.

Foto: Portal da Cidade – Foz