Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Roberto Carlos processa Tiririca por uso indevido da imagem

2022-09-11 às 10:39

O deputado federal Tiririca (PL-CE) estreou no horário eleitoral com o objetivo de atrair multidões. Candidato à reeleição, sua campanha resolveu o caracterizar como o cantor Roberto Carlos, 81, cantando uma paródia de ‘O Portão’, uma das faixas mais conhecidas do ‘Rei’.

“Eu votei, de novo eu vou votar, Tiririca, Brasília é seu lugar”, segue o jingle, interpretado pelo humorista que ficou conhecido pelo bordão “Pior do que está, não fica, vote no Tiririca”. No vídeo, os trejeitos do cantor são imitados, anéis nos dedos e roupas na paleta azul, à moda de Roberto.

Não é a primeira vez que o nome de Roberto Carlos é ligado ao humorista e deputado federal. Na campanha de 2014, Tiririca foi processado pela primeira vez por fazer uma paródia musical de Roberto, chegou a ser condenado, para em 2019 o STJ reverter a decisão. A 3ª Turma da Corte, à época, entendeu que as paródias não esbarram na Lei de Direitos autorais (desde que as obras não sejam reproduzidas integralmente).

Não é a primeira vez que o nome de Roberto Carlos é ligado ao humorista e deputado federal. Na campanha de 2014, Tiririca foi processado pela primeira vez por fazer uma paródia musical de Roberto, chegou a ser condenado, para em 2019 o STJ reverter a decisão. A 3ª Turma da Corte, à época, entendeu que as paródias não esbarram na Lei de Direitos autorais (desde que as obras não sejam reproduzidas integralmente).