Domingo, 24 de Outubro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Vídeo: Jogador agride árbitro com chute na cabeça e pode pegar até 30 anos de prisão

05/10/2021 às 14:58

Após agredir e deixar desacordado o árbitro Rodrigo Crivellaro na última segunda-feira, o jogador William Ribeiro foi preso ainda no estádio. De acordo com a “ESPN”, se condenado, ele poderia pegar de 12 a 30 anos pelo crime qualificado.

William foi autuado por tentativa de homicídio. De acordo com o delegado Vinicius Lourenço de Assunção, responsável pelo caso, não houve dúvida de que o atleta assumiu o risco de tirar a vida do árbitro e por conta disso foi preso em flagrante. Porém, como a vítima não morreu, o jogador teria de um a dois terços da pena reduzida.

— O atleta foi apresentado em flagrante de delito pela Polícia Militar após agredir o árbitro, que desmaiou. Ele [o árbitro] teria recebido um soco e depois um chute, fazendo o ficar inconsciente. Conversei com a médica, foi feito uma tomografia do crânio, raio-x na coluna, tórax e bacia também. Segundo a médica, o árbitro apresentava um discurso confuso. Ele correu risco seríssimo de lesão na coluna cervical e cabeça. Por conta disso, decidi pelo crime de tentativa de homicídio. Quando você chuta a cabeça de alguém deitado, você assume o risco de matá-lo — disse o delegado à “ESPN”. (assista ao vídeo ao final da reportagem)

A violência aconteceu na partida entre Guarani-RS e São Paulo-RS, na noite desta segunda-feira, em jogo válido pela Série A2 do Campeonato Gaúcho. O fato ocorreu aos 15 minutos segundo tempo, no Estádio Edmundo Feix.

As imagens da transmissão da FGF TV mostram o meia William chutando a cabeça do juiz, que já estava caído no chão. O árbitro Rodrigo Crivellaro precisou ser levado às pressas para um hospital em Venâncio Aires, na região central do Estado. William Ribeiro foi detido pela Polícia Militar ainda no local.

— [O jogador] Será autuado no artigo 21, além de se tratar de um motivo fútil, não é razoável alguém agredir dessa forma por conta de futebol, ainda mais contra o árbitro, que é autoridade. Será autuado pela tentativa de homicídio. Está na Polícia Civil e será encaminhado ao presídio local de Venâncio Aires — completou o delegado.

O presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Luciano Hocsman, deu atualizações sobre o estado de saúde do árbitro através do Twitter.

“Falei com o árbitro Rodrigo Crivellaro, covardemente agredido por um jogador do São Paulo, na partida contra o Guarani. Ele está sendo medicado no Hospital e, felizmente, se recuperando. A FGF está prestando todo o atendimento necessário e caberá ao TJD avaliar o episódio”, escreveu ele.

O presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Rio Grande do Sul, Maicon Zuge, informou que Rodrigo deve receber alta ainda na manhã desta terça-feira.

A partida, que foi suspensa após a agressão, será retomada às 15h30 desta terça-feira, a partir dos 14 minutos do segundo tempo. O Guarani vencia por 1 a 0 o jogo válido pela 12ª rodada da competição.

 

do Extra