Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Acusado de atear fogo no próprio primo é preso em Castro

2022-08-31 às 11:16

Um homem, de 50 anos, acusado pelo assassinato do próprio primo foi preso na noite desta terça-feira (30), em Castro. Segundo a Polícia Civil, com o apoio da Guarda Patrimonial de Castro localizaram e prenderam o foragido nas proximidades do Hospital Cruz Vermelha, de onde foi escoltado para a Cadeia Pública de Castro.

O crime ocorreu em 2015, quando o investigado, aproveitando o momento em que a vítima dormia, teria entrado na residência dela, na localidade Guararema, e jogado combustível no corpo e no colchão em que dormia. As chamas causaram queimaduras de terceiro grau na vítima, que foi socorrida, mas morreu 10 dias depois em virtude dos ferimentos. A casa foi completamente destruída pelo fogo.

Na época dos fatos, a Polícia Civil de Castro, concluiu a investigação e encaminhou o inquérito ao Poder Judiciário, que em 2019 expediu o mandado de prisão em face do investigado, que passou a ser foragido desde então.

Informações e foto: PCPR/13ª SDP