Domingo, 14 de Agosto de 2022

Castrolanda apresenta faturamento de R$ 3,3 bi no primeiro semestre de 2022

01/08/2022 às 15:33

A Castrolanda segue em crescimento contínuo e traça metas cada vez mais altas. No primeiro semestre de 2022, a receita líquida da Cooperativa chegou a R$ 3,353 bilhões, número 26% maior em relação ao mesmo período de 2021. O resultado líquido foi de R$ 145 milhões, um incremento de 33% se comparado ao ano anterior. Os dados foram apresentados aos cooperados na última quarta-feira (27) durante a Pré-Assembleia Semestral de Balanço.

O Diretor Executivo da Castrolanda, Seung Lee, avalia que a evolução dos resultados é significativa, principalmente em relação aos períodos anteriores desde o início da pandemia. “Apresentamos uma melhora no resultado, e isso é muito bom, tanto para a Cooperativa como para todos os cooperados. Mas também não podemos descansar, porque, do jeito que está o mercado, isso pode reverter a qualquer momento. Precisamos seguir alertas para o segundo semestre e, caso alguma coisa mude radicalmente, que a gente possa rever nossas ações rapidamente.”

Para o Presidente da Castrolanda, Willem Berend Bouwman, os resultados demonstram a preocupação da Cooperativa em garantir o bem-estar dos negócios dos cooperados. “Nossas ações buscam sempre manter o abastecimento de insumos e a sustentabilidade das cadeias produtivas. Mais uma vez, mostramos a importância do modelo cooperativista nos nossos negócios, pois, mesmo em momentos de crise e com as adversidades do mercado, seguimos em crescimento”.

Avanços na gestão dos negócios

Entre os projetos iniciados no primeiro semestre deste ano, está o Modelo de Gestão Castrolanda, que visa melhorar a eficiência operacional e ter equipes cada vez mais alinhadas e preparadas para enfrentar os desafios dos negócios. O aplicativo Ágil Castrolanda ganhou novas funcionalidades na parte de operações de mercado e traz uma forma mais rápida, eficaz e segura no processo de comercialização dos produtos na Cooperativa.

Com relação às melhorias na estrutura física, foi finalizada a reforma do prédio da Pecuária, na Matriz, onde trabalham as equipes de Negócios Carnes e Leite. Na intercooperação, estão em avanço as obras na Queijaria e na Maltaria, localizadas em Ponta Grossa. A previsão é de que as indústrias sejam inauguradas em 2023.

da Comunicação Castrolanda