Domingo, 22 de Maio de 2022

Castrolanda assina pacto empresarial contra corrupção

17/01/2022 às 15:28

A Cooperativa Castrolanda tornou-se signatária do Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção, iniciativa do Instituto Ethos para promover práticas éticas no meio corporativo. Com isso, a cooperativa se compromete a reforçar as ações de combate à corrupção e suborno na vivência diária e a garantir bons números nos indicadores anuais que mensuram estas atividades.

A iniciativa partiu da Gestão de Compliance da Castrolanda, com o apoio de membros da diretoria e do Conselho Estratégico. Supervisora da área, Adriele Cristina de Oliveira acredita que a adesão ao pacto vai ao encontro dos valores da cooperativa. “A proposta é um reforço aos nossos valores, em especial aos de ética e transparência. Quando apresentamos a ideia ao conselho, eles foram bem contundentes no sentido de que isso é importante para a estratégia da cooperativa frente ao combate a corrupção e suborno”, explica.

O Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção foi lançado pelo Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social ainda em 2005. Ao longo dos anos, vem reunindo empresas e corporações da iniciativa privada para discutir aspectos da relação entre as entidades e os agentes públicos, com o objetivo de reduzir as práticas antiéticas de suborno e corrupção.

O texto do pacto contém um conjunto de diretrizes e procedimentos que deverão ser adotados pelas empresas e entidades signatárias no relacionamento com os poderes públicos e que serão divulgados amplamente para que seja utilizado pelo mercado como referência no trato com as empresas.

A assinatura do pacto traz à Castrolanda responsabilidades de informar o instituto sobre as atividades e práticas realizadas ao longo do ano na área. Para isso, Adriele reforça que é necessário atuar junto aos cooperados, colaboradores e todos os que fazem parte da cooperativa.

“Temos políticas, ferramentas de monitoramento das ações, um canal de denúncias e estamos sempre com melhorias contínuas na área. O próximo passo é divulgar ainda mais essas ações, mostrando que a corrupção também está nos pequenos detalhes. Nossos valores não podem ficar só na parede, eles precisam ser vivenciados no dia a dia”, conta.

da Comunicação Castrolanda