Quinta-feira, 25 de Abril de 2024

Colaboradora da CCR RodoNorte se destaca em atendimento nas rodovias

2020-09-17 às 09:03

Quantas vezes você não ouviu que certas funções não poderiam ser desempenhadas por mulheres em um ambiente de trabalho? Gislaine Oliveira dos Santos é uma das provas de que essa máxima ficou no passado. A colaboradora da CCR RodoNorte é motorista de caminhão guincho na Base de Serviço de atendimento ao usuário (SAU) no trecho da PR 151 em Carambeí e já teve seu esforço recompensado por feedbacks positivos dos usuários das vias em que a concessionária opera, ainda que tenha menos de dois meses no cargo. 

Gislaine entrou no Grupo CCR como agente de arrecadação em novembro de 2013, mas desde então já demonstrava interesse pelo trabalho dos companheiros. Há cerca de um ano e meio, já estava conciliando o trabalho com a qualificação para o serviço de atendimento, cumprindo os requisitos de habilitação específicos para a função. Ela já possuía a habilitação na categoria D, mas teve que completar a categoria E, com observação para Exercer Atividade Remunerada (EAR). 

Depois de seis anos e meio na praça de pedágio, Gislaine aproveitou a oportunidade em uma seleção e foi aprovada para o novo cargo no início do mês de agosto. “Eu não sabia fazer as atividades, mas boa vontade e humildade pra aprender eu tenho”, garante a motorista. 

Mesmo em meio a negativas durante o processo, a colaboradora persistiu na busca pelo objetivo e teve sua resiliência notada pelos companheiros de trabalho. “Ela está há pouco tempo neste setor, mas desde que ela iniciou na empresa a força de vontade e a persistência dela se destacam. Um exemplo disso é a categoria de habilitação que ela não tinha, foi lá e conseguiu. Agora que deu certo já está obtendo os bons resultados”, conta o supervisor de interação com o cliente, Roberto Mainardes. 

A determinação de Gislaine para se aprimorar e executar uma nova atividade é vista como um fator fundamental para gerar o parecer positivo dos clientes. “Ela já tinha muita vontade de exercer a função e isso colaborou muito pra esse retorno positivo. Essa vontade somada às características dela, a uma sensibilidade que ela possui, gerou o alto padrão de atendimento que ela oferece aos nossos clientes”, destaca o coordenador de atendimento da CCR RodoNorte, Cristiano Wardil. 

Para Gislaine, receber este retorno por seu trabalho em tão pouco tempo na nova área é motivo de alegria e incentivo para se aprimorar na nova função. “Eu fico muito feliz. Ainda tenho algumas dificuldades, mas uma coisa que sei e procuro fazer cada vez melhor é atender bem. É gratificante poder ajudar as pessoas que nos veem ali como um ‘anjo’, poder resolver uma pane ou remover o veículo, ajudar de alguma forma em um momento que a pessoa não está bem e precisa de auxílio”, finaliza a colaboradora. 

Roberto vê que este tipo de retorno é positivo e pode colaborar para que a equipe amplie o padrão de excelência no atendimento: “Acredito que o elogio é muito válido pra quem recebe. As pessoas que estão ao redor percebem essa conquista e também almejam ter esse reconhecimento. Ela é uma referência para as demais pessoas da equipe e nos dá a certeza de que o trabalho está sendo bem feito”, finaliza o supervisor. 

Da assessoria