Quinta-feira, 07 de Julho de 2022

Copel realiza cortes de energia sem aviso prévio, afirma funcionário

15/06/2022 às 15:35

A Copel tem realizado cortes de energia em residências inadimplentes dos Campos Gerais sem informar com antecedência o cancelamento do serviço. De acordo com um leiturista terceirizado, várias pessoas estão sendo pegas de surpresa pela ação. Ainda segundo ele, residências com talões com 15 dias de vencimento já estão tendo o fornecimento de energia cortado sem aviso prévio. Nos últimos dias, houve ocasiões em que foram realizados mais de 30 cortes.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estabelece algumas regras para o corte de energia. Entre elas, o órgão define que os consumidores devem ser avisados sobre a falta de pagamento de uma conta com uma antecedência mínima de 15 dias antes do corte. Caso a empresa não mande o aviso, a interrupção do serviço será indevida e a companhia pode ser obrigada a pagar uma indenização ao consumidor, mesmo que a conta não tenha sido paga.

Periculosidade

Os leituristas são terceirizados, segundo afirma o funcionário, e a equipe é formada por aproximadamente 22 funcionários que cobrem as cidades de Ponta Grossa, Carambeí e Ipiranga. De acordo com ele, os cortes são realizados nas segundas, terças, quartas e quintas. “Se vencer a tua fatura, depois de 15 dias já pode gerar corte e é a gente que está fazendo”, conta.

Como, conforme ele conta, a empresa não está realizando os avisos, a pessoa que tem a energia de sua residência cortada acaba sendo surpreendida. “A gente tá pegando todo mundo de surpresa. Está complicado para nós. Não estão pagando nem periculosidade porque a gente pode sofrer uma agressão ou mexer no disjuntor e acabar levando um choque. É um serviço de risco e nosso contrato de trabalho é apenas de leiturista. A gente está com uma dupla função ao fazer esse corte”, afirma. “Eu não gosto de fazer esse tipo de corte sem as pessoas estarem orientadas”, finaliza.

A reportagem do D’Ponta tentou contato com a Copel pedindo esclarecimentos sobre as situações, mas até a publicação desta matéria não houve retorno.

*ATUALIZAÇÃO: Em nota enviada nesta sexta-feira (17), a Copel deu seu posicionamento sobre a situação. Confira abaixo:

“A Copel esclarece que os fatos reportados na matéria “Copel realiza cortes de energia sem aviso prévio, afirma funcionário”, publicada pelo site de notícias D’Ponta no dia 15 de junho, não condizem com a realidade. A Copel segue determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e só realiza cortes de energia a unidades consumidoras que não pagaram a conta de luz 15 dias após avisar sobre o débito na fatura seguinte a que não foi paga. Além disto, a Copel também envia e-mail aos clientes inadimplentes.

Em relação ao pagamento de periculosidade, esta prática é feita conforme descrito na legislação brasileira e, no caso de leituristas, o corte é realizado através de um dispositivo que bloqueia o disjuntor na posição “desligado”, sem a necessidade de abrir a caixa de medição ou operar na área energizada. O contrato da Copel com as empresas terceirizadas prevê que os leituristas façam o corte de energia por falta de pagamento e isso acontece sem nenhum contato com a rede de energia elétrica.”