Domingo, 17 de Outubro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Denúncia de caixa dois pode levar à cassação do prefeito de Telêmaco Borba

02/07/2021 às 13:43

Uma ação explosiva, que pode provocar a cassação do prefeito Dr. Marcio (PDT) e da vice Rita Araújo (PL), tramita na Justiça Eleitoral de Telêmaco Borba. A ação apura a utilização ilegal de recursos públicos para o financiamento ilícito da campanha, caixa 2 e o uso do Jornal Correio do Vale, na campanha de reeleição do prefeito em 2020.

A cassação do prefeito se tornou uma possibilidade concreta a partir do surgimento de uma testemunha-bomba: Renan Vidal da Silva, por ironia, um dos principais apoiadores do Dr. Marcio durante o período eleitoral. Renan apresentou gravíssimas acusações de crimes eleitorais em declaração pública feita no Tabelionato da cidade.

A testemunha, que foi o responsável por toda a mídia do PDT na campanha, frequentava diariamente a coordenação da campanha e tinha conhecimento completo do que acontecia no comitê central do então candidato Dr. Marcio.

De acordo com denúncia de Renan, dinheiro público foi usado na campanha de reeleição, os gestores da Prefeitura fizeram enormes gastos ilegais de recursos públicos para fazer propaganda em placas espalhadas por todo o Município, exaltando obras e programas de governo da gestão 2017-2020 e agredindo opositores.

Caixa 2

Na sua denúncia, Renan afirma que empresas que tinham contrato com a prefeitura transferiam dinheiro para o Secretário de Indústria e Comércio, conhecido como Bolinha. O Secretário, então, repassava tais valores para servidores comissionados, os quais, por sua vez, faziam os depósitos na conta oficial de campanha, como se fossem doadores, “esquentando” assim os recursos ilegais.

Ao fazer a consulta no DivulgaCand (https://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2020/2030402020/79154/160001061156), as denúncias do declarante ganham consistência. Veja-se a composição das receitas declaradas pelo Prefeito reeleito:

Via: Blog do Tupan / Portal Curiúva