Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2022

Falso médico que atuava em município dos Campos Gerais é procurado pela Polícia Civil

06/01/2022 às 19:51

A Polícia Civil iniciou buscas a um homem que atuava como médico terceirizado na Prefeitura de Reserva, nos Campos Gerais. Ele utilizava o número de Conselho Regional de Medicina (CRM) de um médico de Curitiba que tinha um nome semelhante ao seu.

O homem fazia o transporte de pacientes em ambulâncias e recebia R$ 1.500 por plantão. Ao se negar a realizar o transporte de uma criança, ele começou a levantar suspeitas sobre a veracidade de sua formação. Para os investigadores da Polícia Civil, a negativa pode ter ocorrido por receio de colocar a vida do paciente em risco. Ele já foi identificado, mas não foi localizado ainda.

De acordo com a polícia, o médico de Curitiba que estava com seus documentos sendo usados não deve ter conhecimento da situação. A empresa terceirizada para qual o homem trabalhava também será investigada. O Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) abriu um procedimento para apurar as circunstâncias em que houve a contratação do falso médico.

Informações: RIC Mais