Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

Funcionária do Hospital da Criança teve as rodas do carro furtadas na madrugada desta segunda-feira (7)

Funcionária pede mais segurança para o local
2020-12-08 às 17:58

Na madrugada deste domingo (6) para segunda-feira (7), duas rodas do veículo Peugeot da técnica de enfermagem Rosenilda Witovicz foram furtadas. Ela estava de plantão na UTI do Hospital Universitário Materno Infantil (Humai) no momento do furto.

A funcionária conta que o furto aconteceu por volta da 1h15 da madrugada, mas não é um caso isolado, já que em apenas 15 dias houve três ocorrências de furto e depredação de carros de funcionários no estacionamento ao lado do Hospital.

“Eu cheguei lá fora e o carro estava sem as duas rodas. O pessoal colocou meu estepe e consegui um estepe de uma conhecida que deu certo para poder subir no guincho. Eu fiz o boletim de ocorrência, mas infelizmente a gente sabe que não vai dar em nada. Há 15 dias, o carro de uma colega minha teve o vidro de traz quebrado e roubaram um estojo de caneta e um jaleco. Na mesma semana, o carro de um anestesista também foi quebrado”, explica.

Rosenilda afirma que o Hospital tem guardas, mas eles não fazem ronda no estacionamento externo. “Tem um estacionamento que é fechado apenas para a diretoria. Os médicos e outros funcionários estacionam ali pela rua de trás que é do parque Marguerita Mansini. Tanto que durante o dia, quem estaciona para fora é multado. A noite, todo mundo estaciona onde cabe o carro, porque todo mundo precisa trabalhar, mas o estacionamento da diretoria fica vazio nesse período”, explica.

A técnica de enfermagem ainda pede mais segurança para os funcionários do Hospital. “A gente se sente inseguro. Todo mundo está trabalhando, ninguém tá passeando ali”, finaliza.

Em nota, a Universidade Estadual de Ponta Grossa e o Hospital Universitário esclarecem que estão debatendo melhorias para a segurança na região do Hospital Universitário Materno Infantil (Humai-UEPG). “A Universidade Estadual de Ponta Grossa e o Hospital Universitário esclarecem que estão debatendo melhorias na segurança do entorno do Hospital Universitário Materno Infantil, em especial na área externa onde aconteceu o caso em questão, com a Guarda Municipal, Polícia Militar e autoridades competentes”, informa a nota.