Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

Técnico de celulares que armazenava pornografia infantojuvenil é preso em cidade da região

2023-05-25 às 08:47
Foto: PCPR

Na manhã desta quarta-feira (24), a polícia civil de Castro, deflagrou a operação policial denominada “Anjos”, comandada pelos Delegados Renata de Souza Batista e Marcondes Alves Ribeiro. As investigações tiveram início, após uma mãe procurar a Delegacia de Polícia Civil e registrar um boletim de ocorrência que narrava a prática de armazenamento de conteúdo pornográfico envolvendo criança e adolescente, tendo como vítima, a sua filha de 16 anos.

Segundo o apurado, a adolescente teria deixado o aparelho celular para a realização de reparo, em uma assistência técnica especializada na reparação e manutenção de computadores e equipamentos, oportunidade que, o proprietário e técnico, teve o livre acesso ao aparelho e extraiu as imagens de conteúdo sexual armazenados no celular da vítima, utilizando-se de um e-mail institucional pertencente a adolescente para realizar o encaminhamento das imagens e vídeos para o seu e-mail pessoal.

Diante dos fatos, foi representado pela busca e apreensão domiciliar, a qual foi cumprida na quarta-feira, com apoio da Polícia Científica do Paraná. Durante o cumprimento, foi realizado uma análise prévia dos equipamentos apreendidos, onde foi constatado o armazenamento de outras imagens e vídeos envolvendo pornografia infantojuvenil.

O investigado foi preso em flagrante e encaminhado a Delegacia de Polícia de Castro para os procedimentos cabíveis. As investigações seguem no inquérito policial, sendo que a autoridade policial, Renata de Souza Batista, fará o formal indiciamento do investigado pela prática do crime de Armazenamento de material pornográfico infantojuvenil, previsto no artigo 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente, que prevê uma pena de 1 a 4 anos de reclusão e multa.

A população pode colaborar com a Polícia Civil de Castro fazendo qualquer tipo de denúncia através do número 📞 (42) 99840 1110 e também do canal 181 com garantia de absoluto sigilo.

da PCPR