Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Com investimento de R$ 113 milhões, Contorno de Castro deve ser concluído até julho

2024-03-22 às 11:05
Foto: DER-PR

Com o cronograma bem avançado, a obra do novo Contorno Norte de Castro, nos Campos Gerais, deve ser concluída neste primeiro semestre. Os condutores terão uma nova opção de ligação entre a PR-151 e a PR-090, retirando o tráfego de veículos pesados do perímetro urbano e facilitando o acesso às grandes indústrias locais. Os serviços são de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), autarquia da Secretaria de Infraestrutura e Logística.

Com extensão de 15,60 quilômetros de pista nova de pavimento asfáltico, o contorno, denominado PR-429, terá duas faixas de rolamento de 3,6 metros cada e acostamentos externos de 2,5 metros em ambos os lados, além de uma nova ponte e um novo viaduto.

A ponte, sobre o Rio Iapó, possui extensão de 320 metros, com largura de 14 metros distribuídos em duas pistas de rolamento com 3,60 metros cada, além de acostamentos externos e barreiras New Jersey.

O viaduto está localizado no entroncamento com a PR-151, com o acesso ao contorno feito por passagem embaixo da rodovia, e o tráfego sendo disciplinado por rotatórias em ambos os lados e vias marginais.

CHUVAS – A obra foi atingida pelas fortes chuvas registradas no ano passado, que causaram alagamentos e prejuízos em praticamente todas as regiões do Paraná. No Contorno de Castro foi necessário recompor dispositivos do sistema de drenagem de águas e solucionar pontos de erosão no talude de aterros recém-executados. O encharcamento do solo no local também prejudicou o andamento dos serviços de terraplenagem. Foi necessário aguardar o material normalizar para avançar nos trabalhos, atualmente praticamente finalizados.

Agora, os serviços estão concentrados na conclusão do sistema de drenagem e das galerias celulares de concreto, e no novo viaduto. O trecho ainda vai receber serviços de sinalização horizontal, sinalização vertical e dispositivos de segurança viária (como defensas metálicas), além de serviços complementares e melhorias ambientais.

O investimento atual na obra é de R$ 113.579.085,53, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) por meio do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná, uma parceria entre a SEIL e o BID para executar obras e elaborar projetos de engenharia na malha rodoviária e ferroviária do Paraná.

da AEN