Coluna Draft: ‘Damas e Cavalheiros: eis a Polissemia!’, por Edgar Talevi | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024

Coluna Draft: ‘Damas e Cavalheiros: eis a Polissemia!’, por Edgar Talevi

2023-07-25 às 10:00

Damas e Cavalheiros: eis a Polissemia!

 

A Polissemia é um fenômeno linguístico em que uma mesma palavra ou expressão apresenta dois ou mais sentidos.

Tudo isso que escrevi acima pode parecer difícil de assimilar, mas não é. Vamos aos exemplos.

Acendemos a VELA quando a luz acabou / Içamos a VELA e o navio partiu.

Os exemplos acima demonstram como a mesma palavra (escrita) poderá ser levada pelo seu escritor a mundos e universos diferentes.

E não paramos por aqui: Na festa havia apenas DAMAS e Cavalheiros / Aprender a jogar DAMAS é fácil.

UFA! Vem mais!

Jonas ASSISTIU ao filme / Jonas ASSISTIU os doentes de câncer.

Aqui faço uns parênteses: “O verbo ASSISTIR, no sentido de ver, enxergar, é regido por preposição, portanto indireto. O mesmo verbo ASSISTIR, no entanto, quando no sentido de auxiliar, ajudar, é um verbo direto e, deste modo, sem preposição”.

Findando-se os parênteses, bora pra mais um caso de Polissemia: Depois de chupar três MANGAS, teve muita alegria / Lavou a camisa porque sujou as MANGAS.

E, para encerrar a Sagrada Crônica de toda terça-feira, trago à memória os versos solenes de Oswald de Andrade:

“Quando o Português chegou

Debaixo duma bruta chuva

Vestiu o índio

Que pena!

Fosse uma manhã de sol

O índio tinha despido

O Português”.

 

Coluna Draft

por Edgar Talevi

Edgar Talevi de Oliveira é licenciado em Letras pela UEPG. Pós-graduado em Linguística, Neuropedagogia e Educação Especial. Bacharel e Mestre em Teologia. Atualmente Professor do Quadro Próprio do Magistério da Rede Pública do Paraná, na disciplina de Língua Portuguesa. Começou carreira como docente em Produção de texto e Gramática, em 2005, em diversos cursos pré-vestibulares da região, bem como possui experiência em docência no Ensino Superior em instituições privadas de Ensino de Ponta Grossa. É revisor de textos e autor do livro “Domine a Língua – o novo acordo ortográfico de um jeito simples”, em parceria com o professor Pablo Alex Laroca Gomes. Também autor do livro "Sintaxe à Vontade: crônicas sobre a Língua Portuguesa". Membro da Academia Ponta-grossense de Letras e Artes. Ao longo de sua carreira no magistério, coordenou inúmeros projetos pedagógicos, tais como Júri Simulado, Semana Literária dentre outros. Como articulista, teve seus textos publicados em jornais impressos e eletrônicos, sempre com posicionamentos relevantes e de caráter democrático, prezando pela ética, pluralidade de ideias e valores republicanos.