Quinta-feira, 25 de Julho de 2024

Inclusão marca a terceira edição do projeto ‘O Mundo Especial de Picolé’

2024-06-12 às 16:31
Foto: Divulgação

Neste início de junho, a terceira edição do projeto “O mundo especial de Picolé” trouxe alegria, inclusão e arte circense para entidades que atendem pessoas com deficiência no município de Ponta Grossa. O espetáculo, protagonizado por Robert Salgueiro (Palhaço Picolé) e Geovana Salgueiro (Bailarina), destacou-se por sua abordagem inclusiva e gratuita, contemplando brincadeiras de palhaçaria, malabares e acrobacias em monociclos.

A terceira edição do projeto foi viabilizada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da empresa Paccar Financial e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, e produção executiva da ABC Projetos Culturais.

A série de apresentações, que começou no dia 05 de junho e se estendeu até nesta quarta-feira (12), percorreu seis instituições, APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), APROAUT (Associação de Proteção aos Autistas), Geny Ribas (deficiência auditiva), APACD (Associação Ponta-grossense de Assistência à Criança com Deficiência), ASSARTE (Assarte Associação Artesanal do Excepcional) e Maria Dolores (deficiência intelectual), atingindo um público diverso e encantando tanto crianças quanto adultos. As adaptações cuidadosas no conteúdo para atender ao público com deficiência foram elogiadas, promovendo uma experiência completa e acessível para todos.

Diretora e coordenadora pedagógica da APAE, Silvane Roessler, comentou sobre o impacto do projeto: “Picolé traz muita felicidade para nossos alunos, melhorando seu estado emocional, minimizando o estresse, estimulando a imaginação e desenvolvendo habilidades cognitivas essenciais. Suas apresentações promovem a socialização e sentimentos de cooperação e amizade”.

Marília Weiber, diretora da ASSARTE, ressalta que Robert Salgueiro, já fez apresentações nas outras edições, e o artista sempre inova em suas performances. “O Picolé sempre traz aquela expectativa, a gente nunca sabe o que ele vai trazer. Mas cada vez que ele aparece, ele faz tudo de bom e tudo de melhor para nossos alunos. Ele trouxe uma parte mais divertida dentro do seu próprio local de aprendizagem, o que é muito importante para todos”.

As apresentações de “O Mundo Especial de Picolé” foram uma celebração de inclusão e cultura. O palhaço Picolé, com o apoio da plateia, ensinou e aprendeu, envolvendo o público em mágicas, malabares e outras modalidades circenses. Além das risadas e do encantamento, o espetáculo trouxe uma mensagem poderosa sobre a importância da inclusão e do acesso à cultura para todos.

Durante o espetáculo, a interação com a plateia foi um dos pontos altos, fazendo com que os espectadores se tornassem protagonistas. Eles ajudaram Picolé a andar de monociclo, realizar mágicas e, ao final, garantiram que ele conseguisse um emprego no circo da senhorita Scarlett (interpretada por Geovana Salgueiro). Este envolvimento direto mostrou o poder transformador da amizade e da cooperação, reforçando valores essenciais para a convivência em sociedade.

Para os interessados em acompanhar mais de perto o trabalho do Palhaço Picolé, é possível conferir filmagens e fotos do projeto em seu perfil no Instagram. O sucesso do projeto “O Mundo Especial de Picolé” não só trouxe alegria e cultura para pessoas com deficiência, mas também demonstrou a importância do apoio de patrocinadores para a realização de iniciativas tão valiosas. A esperança é que, com o reconhecimento e os resultados obtidos, novos patrocinadores se sintam incentivados a apoiar a continuidade das ações desse projeto em Ponta Grossa e em outras cidades paranaenses.

da assessoria