Jornalista Hurlan Jesus comenta sobre prêmio em concurso da Fecomércio | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024

Jornalista Hurlan Jesus comenta sobre prêmio em concurso da Fecomércio

2023-11-07 às 14:29
Foto: Acervo Pessoal

O jornalista, professor, criador e responsável pelo portal de notícias CulturAção, Hurlan Jesus, foi um dos entrevistados desta terça-feira (07) no programa Manhã Total, apresentado por João Barbiero, na Rádio Lagoa Dourada FM (105,3 para Ponta Grossa e região e 92,9 para Telêmaco Borba), e falou sobre a sua premiação no VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo.

Leia os principais pontos da entrevista:

Criador do portal de notícias sobre eventos e produções culturais, que visa a valorização artística de Ponta Grossa e região, Hurlan Jesus afirma que “Ponta Grossa tem uma produção muito grande de cultura” e que, como jornalista, tem que estar sempre em contato com os produtores, antenado e atuante. Ele conta que concluiu sua graduação em Jornalismo no ano de 2020 e, em menos de três anos depois, conquistou o prêmio.

O tema proposto no edital do concurso foi “Sistema Fecomércio Sesc Senac PR – 75 anos transformando gerações” e a matéria que lhe rendeu tal honraria foi ‘Sesc Estação Saudade, transformação cultural em Ponta Grossa’.

Hurlan decidiu contar na matéria a história da Estação Saudade, prédio histórico da cidade, tombado como Patrimônio Cultural do Paraná, mas que sofria constantes violações e pichações. Com a chegada do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR e assinatura de uma escritura de concessão pública do prédio ao Sesc Paraná, em 2017, “conseguiram dar vida a aquele imóvel”, afirma.

O Sesc Paraná restaurou o edifício e promove cursos de música, teatro, oficinas de artes visuais e realiza produções culturais, onde são lançadas diversas obras de artistas e escritores locais. O Sesc Paraná, portanto, promoveu no prédio público um centro cultural, o que é muito importante para a cidade, pois, muitas vezes, a cultura não recebe recursos e auxílios que merece, avalia Hurlan. “O mundo capitalista em que vivemos acaba prezando pela cultura que pode ser comercializada”, enfatiza o jornalista.

A solenidade do VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo aconteceu no dia 31 de outubro, na Plenária da Fecomércio, em Curitiba. A matéria do jornalista ponta-grossense recebeu o terceiro lugar da premiação.

Confira na íntegra a entrevista com o jornalista: