Ponto de Vista: ‘É universal o sentimento de ter que atravessar um obstáculo, é isso que quis colocar na arte’, destaca rapper Lucca DL | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Segunda-feira, 04 de Março de 2024

Ponto de Vista: ‘É universal o sentimento de ter que atravessar um obstáculo, é isso que quis colocar na arte’, destaca rapper Lucca DL

2023-09-23 às 16:59

Em bate-papo exclusivo durante o programa Ponto de Vista, apresentado por João Barbierona Rede T de rádios do Paraná, na manhã deste sábado (23), o rapper Lucca DL destacou aspectos de sua trajetória como imigrante brasileiro nos Estados Unidos, que pautou seu hit viral “Life Of An Immigrant”.

O jovem artista multimídia paulistano, de 23 anos, foi morar em Nova York, aos 18, para estudar na New York University (NYU). Curiosamente, Lucca DL cursou Administração e passou bem longe da Tisch School of Arts (TSOA), a Escola de Artes da NYU que formou, por exemplo, o rapper Childish Gambino (Donald Glover). Outros famosos que também foram alunos da NYU são os cineastas Martin Scorsese, Ang Lee e Spike Lee; os atores Adam Sandler, Angelina Jolie, Morgan Freeman e Kristen Bell e a cantora Lady Gaga, que trancou o curso no quarto semestre para focar na carreira musical. Gaga e Childish Gambino, dois ex-alunos da NYU, receberam, juntos, sete Grammys: cinco para a cantora e dois para o rapper.

“Não era nada relacionado à música, mas acho que ajuda, também, nessa parte de marketing. Para mim, acho que acabou sendo uma boa”, relata DL sobre a faculdade escolhida. O compositor, que tem atraído a atenção de membros da cena alternativa entre rappers brasileiros americanos, acredita que, atualmente, o marketing na divulgação tem um peso tão importante quanto a criação artística na música. “Os dois são importantes. Tenho que contar uma história e ‘me vender’ [a imagem, a persona] para as pessoas que estão escutando”, comenta.

No final de agosto, Lucca DL lançou o single “Passo a Passo”, com seu clipe mais bem produzido até então, em que traça uma analogia entre o boxe e sua luta para vencer a burocracia na obtenção do visto de artista a fim de permanecer nos EUA. “A música fala sobre a luta de ser um imigrante nos EUA. Pensei: qual seria a melhor metáfora para representar essa luta? Uma luta de verdade foi o que mais fez sentido para mim. Sempre gostei do filme Rocky, também do Creed, que saiu mais recentemente e usei essas referências no vídeo”, diz.

O clipe tentar recriar várias cenas da famosa franquia estrelada por Sylvester Stallone e do spin-off protagonizado por Michael B. Jordan. “Achei que essa metáfora de uma luta literal seria o melhor jeito de representar essa luta metafórica de um imigrante, mas também de qualquer luta que alguém possa passar na vida. Não quis fazer uma música só sobre imigrantes. É universal o sentimento de ter que atravessar um obstáculo, é isso que quis colocar na arte”, enfatiza.

Mais do que os resultados numéricos de repercussão (visualizações no Tik Tok e YouTube ou plays no Spotify), Lucca DL avalia que o principal é estabelecer conexão com as pessoas e receber um feedback positivo. “Por enquanto, isso funcionou. Atualmente, os números estão bem legais. Acho que metade das pessoas que curtiram um vídeo deixaram um comentário e todos estão sendo bem positivos. As pessoas mandam mensagens dizendo que também sofreram com esse tipo de coisa e que a música está sendo uma coisa com a qual eles podem se identificar e usar de referência. Gostei bastante da repercussão, mas acho que ainda tem bastante coisa para correr, tem vários vídeos que vou postar. Estou bem ansioso para ver o que vai acontecer depois desse comecinho”, diz.

O recado final de “Passo a Passo”, o verso Agarre a sua vida pra nunca mais soltar. A sua hora vai chegar!” veio inspirada pelo enfrentamento à frustração de não ser contemplado pela “loteria” de vistos americanos, que viria a determinar os próximos passos para ele. “É uma coisa que estou trabalhando agora e acho que vai dar tudo certo”, menciona o rapper, que persiste na busca pelo visto de artista, para poder trabalhar nos EUA. “Se não for agora, é só uma questão de tempo. Se continuar fazendo as coisas do jeito certo, uma hora você vai ser recompensado”, analisa.

Na criação de suas letras, o compositor espera que o ouvinte se projete nos versos e tenha uma perspectiva em primeira pessoa. “Quando você escutar, quero que você consiga se imaginar cantando a música”, diz.

Antes, lançou o hit viral “Life Of An Immigrant” (Vida de um imigrante), que alcançou 20 milhões de visualizações no Tik Tok e outras 400 mil no YouTube, ao fazer sucesso entre imigrantes nos Estados Unidos. Lucca se inspirou em Spike Lee, professor da NYU, para defender a inclusão e a igualdade para grupos minoritários.

A inclinação para o rap foi natural, uma vez que desde sempre foi o estilo de música que ele ouvia. “Na hora de começar a criar minhas próprias músicas, foi o estilo que comecei a remodelar e, até agora, estou continuando. Sempre escrevo minhas próprias letras e os arranjos eu trabalho com produtores que eu conheço. Acabamos montando juntos; eu uso alguma coisa que eles têm e que faz sentido para a ideia que eu tenho e acaba saindo a música com essas duas partes”, explica.

Lucca DL tenta afastar o estigma que o rap acaba carregando, desde sua gênese, da associação com as drogas. Ele avalia que o cuidado com a saúde mental é essencial para o artista que, muitas vezes, se apresenta como “personagem”. “Fora das câmeras, você tenta ser o mais autêntico possível, mas sempre tem isso de as pessoas não saberem exatamente como você está se sentindo quando não está postando um vídeo ou lançando uma música. É uma coisa que tento tomar cuidado e usar os recursos que tenho para não sentir aquele burnout, tentar ter uma vida balanceada e saudável. Mas, realmente, é uma coisa perigosa”, opina.

TIk Tok e Instagram: @luccaraps

Assista aqui ao clipe de Passo a Passo.

Ponto de Vista

Apresentado por João Barbiero, o programa Ponto de Vista vai ao ar semanalmente, aos sábados, das 7h às 8h, pela Rede T de Rádios do Paraná.

A Rádio T pode ser ouvida em todo o território nacional através do site ou nas regiões abaixo através das respectivas frequências FM: T Curitiba 104,9MHz;  T Maringá 93,9MHz; T Ponta Grossa  99,9MHz; T Cascavel 93,1MHz; T Foz do Iguaçu 88,1MHz; T Guarapuava 100,9MHz; T Campo Mourão 98,5MHz; T Paranavaí 99,1MHz; T Telêmaco Borba 104,7MHz; T Irati 107,9MHz; T Jacarezinho 96,5MHz; T Imbituva 95,3MHz; T Ubiratã 88,9MHz; T Andirá 97,5MHz; T Santo Antônio do Sudoeste 91.5MHz; T Wenceslau Braz 95,7MHz; T Capanema 90,1MHz; T Faxinal 107,7MHz; T Cantagalo 88,9MHz; T Mamborê 107,5MHz; T Paranacity 88,3MHz; T Brasilândia do Sul 105,3MHz; T Ibaiti 91,1MHz; T Palotina 97,7MHz; T Dois Vizinhos 89,3MHz e também na T Londrina 97,7MHz.

Confira a entrevista na íntegra: