Sábado, 18 de Maio de 2024

Vídeo: Empresária curitibana sugere que pessoas em isolamento não tenham acesso à comida e remédios

2020-04-21 às 19:22

Um vídeo publicado nas redes sociais pela empresária curitibana Cristiane Deyse Oppitz viralizou. Ela sugere que as pessoas que estão em isolamento social sejam identificadas por uma fita vermelha e não tenham acesso a médicos, farmácias ou supermercados. “Nós vamos identificar você como uma pessoa que não quer fazer parte desse grupo que quer trabalhar, então você não vai ser assistido em momento algum”, comenta no vídeo.

A empresária ainda completa dizendo que a alimentação produzida deveria ir apenas para as pessoas que estão trabalhando. “Então você não vai ser assistido em momento algum. Você não vai ter médico, farmácia, supermercado… O porteiro também não vai poder lhe atender por conta da marca da sua porta. Você vai ficar em isolamento total até que passe esse grande vírus. Assim, toda a alimentação produzida vai para as pessoas que estão contribuindo – e não para as pessoas que não querem contribuir”, complementa.

Vale ressaltar que o isolamento social é uma das medidas de combate à transmissão do novo coronavírus e recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Cristiane é uma das sócias do restaurante Verd & CO, especializado em alimentação saudável em Curitiba. A empresa emitiu uma nota de esclarecimento afirmando que a empresária não faz parte da gestão da empresa há meses, mas continua fazendo parte do quadro societário até que a empresa termine de comprar as cotas. O restaurante ainda ressaltou que está com as atividades suspensas desde 19 de março.

Confira o vídeo: