Sábado, 28 de Maio de 2022

Alunos de Enfermagem da UEPG vencem 1ª Olimpíada Internacional de Casos Clínicos

22/12/2021 às 14:11

Os alunos do curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) conquistaram o primeiro lugar da 1ª Olimpíada Internacional de Casos Clínicos e Cuidados em Saúde, a Olymhealthcare. O campeonato aconteceu de maneira virtual, de 15 a 17 de dezembro, com equipes do Brasil, Portugal, Congo e Moçambique. A instituição foi representada pelos estudantes Midiã Vanessa dos Santos Spekalski, Aline Dombrovski e Lucas Lauriano Leme Trupel. O evento aconteceu em conjunto com o 2º Congresso Internacional Interdisciplinar sobre Representações Sociais e Qualidade de Vida do Vale do São Francisco.

A primeira edição da Olimpíada foi direcionada para a área de Enfermagem e focou na prática da intervenção clínica por meio do Problem-Based Learning (PBL), conforme explica a chefe do Departamento de Enfermagem e Saúde Pública da UEPG, Carla Luiza da Silva. “O PBL é uma estratégia educacional que permite a demonstração e o exercício das competências aprendidas pelos estudantes, por meio das dimensões de conceitos, conhecimentos,  habilidades, competências e atitudes”.

A equipe da UEPG ganhou até nome para a competição: ‘Os Zé Gotinhas – UEPG’. “Foi uma experiência incrível participar da Olimpíada! Discutir a clínica de um paciente exige muito raciocínio e quando temos um tempo estipulado se torna mais desafiador”, destaca a campeã Midiã Vanessa dos Santos Spekalski. A acadêmica conta que durante a graduação sempre aprendeu sobre raciocínio clínico nas disciplinas. “Isso foi fundamental e decisivo para nossa vitória. Nossos professores sempre nos instigaram a buscar o “porquê” da ocorrência de sinais e sintomas, assim foi possível justificar os casos que surgiram na competição”, adiciona. Apesar da qualidade das outras nove equipes concorrentes, o diferencial dos Zé Gotinhas foi saber elencar os diagnósticos de Enfermagem com uma equipe multiprofissional. “Foi o que nos colocou na frente. Agradeço imensamente a oportunidade de poder participar e do nosso resultado!”, ressalta Midiã.

“Participar da 1ª Olymhealthcare foi desafiador e enriquecedor! Cada uma das equipes trazia o melhor que a Enfermagem mundial tem a oferecer: o amor pelo cuidado e o comprometimento”, comemora Lucas Lauriano Leme Trupel. A vitória, segundo ele, também se deve ao aprendido junto aos professores da UEPG. “Defendemos o SUS e trouxemos o ouro para onde ele pertence, nossa casa, a UEPG! Os Zé Gotinhas fizeram história!”.

A participação dos alunos na Olimpíada aconteceu com incentivo dos professores do Departamento e autorização do Setor de Ciências Biológicas e da Saúde (Sebisa). “Nossos alunos necessitam entender que eles estão inseridos em uma Universidade que deu todo este suporte, com professores extremamente capacitados e empoderados sobre o saber, o saber-fazer e o saber ser na Enfermagem”, salienta Carla. A professora complementa que é necessário mostrar que Enfermagem é uma profissão que desenvolve raciocínio clínico, raciocínio diagnóstico e é uma ciência. “Este evento auxiliou na troca de experiências entre os participantes, no contato com outros acadêmicos e fortaleceu ainda mais a profissão, mostrando que a Enfermagem deve ser respeitada como ciência e profissão”.

da UEPG