Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

Sepam mantém o 1° lugar no Enem em PG e sobe para 7° no Paraná

2020-07-13 às 10:33

Alguma vez você parou para pensar o que mudou na sua vida em 10 anos? Certamente aconteceram acertos, erros e muitas reinvenções. Com o Colégio Pontagrossense Sepam não foi diferente. As mudanças vieram na estrutura física, no jeito de ensinar, nos materiais, nas novas gerações de alunos e professores, mas uma coisa não mudou: o compromisso com o ensino de qualidade.

Na semana passada, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) divulgou os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e o Sepam, pelo 10° ano, ficou com o primeiro lugar em Ponta Grossa e agora está em 7° no Paraná (10º em 2018), onde já esteve duas vezes entre os 20 melhores do estado.

Com média, em 2019, de 642.64 pontos nas provas objetivas e 652 na redação, o Sepam vem melhorando gradativamente sua performance no Enem. “O Sepam trabalha durante todo o Ensino Médio com muita seriedade pensando no Processo Seletivo Seriado (PSS) nos vestibulares e também no Enem.

Os materiais didáticos são ajustados para proporcionar aos alunos alta performance em cada um dos modelos de concurso que eles participam.  Além disso, encorajamos os estudnates para que façam os simulados disponibilizados pelo colégio e para que participem do Enem ainda na 2ª série do Ensino Médio a fim de conhecerem a prova, que é diferente das provas do PSS e do vestibular por exemplo”, observa o professor e coordenador do Sepam Vestibulares, Yuri Sócrates Saleh Hichmeh.  Ele explica que o Enem trabalha a interdisciplinaridade, com questões contextualizadas em temas contemporâneos, por meio de charges e trechos de músicas, tornando a prova mais interpretativa, enquanto no PSS e no vestibular o conteúdo é mais objetivo.

Para o coordenador pedagógico do Colégio Sepam, Jacob Cavagnari, a base proporcionada ao aluno no Ensino Fundamental do Sepam é primordial para um bom resultado no Enem. “Todo esse esforço vem desde o Ensino Fundamental porque o Enem não se define só nos últimos três anos da educação básica. É com uma base forte que desenvolvemos as habilidades e as competências dos alunos. Em todos os nossos momentos dentro e fora de sala de aula”, afirma.

Ex-aluno do Sepam, Igor Henrique Krugel Borba, passou em 7º lugar em Engenharia Mecânica na UTFPR de Ponta Grossa. “Quando eu percebi que o Enem seria o melhor caminho para entrar na universidade eu foquei nos estudos, estudando o que mais caía nas provas passadas”, conta Igor. O acadêmico lembra que da primeira redação que escreveu nas aulas até a última, orientado pelo professor Élio Antunes, houve um crescimento fundamental para ser aprovado no Enem.

Acadêmica do 1° ano de Engenharia Mecânica da UTFPR, Renata Cury Caruso, também se preparou para o Enem estudando as provas passadas. “A prova do Enem é cansativa, por isso é preciso estar preparado. Eu refazia as provas antigas para me acostumar com a estrutura, lia as redações com as melhores notas e escrevia uma por semana, então fui me adaptando à estrutura da prova”, conta a ex-aluna Sepam.

Para o diretor do Sepam, Osni Mongruel Júnior, o resultado do Enem mostra que o Colégio, com mais de 80 anos, segue sendo um colégio de vanguarda e com o ensino forte. “Neste momento de turbulências que o mundo passa, receber a notícia de que o Sepam se mantém em primeiro lugar no Enem nos Campos Gerias e mais uma vez entre os dez melhores do estado, nos mostra que a segurança educacional do nosso colégio se mantém em alta. Estar em primeiro lugar por dez anos consecutivos é uma honra e um compromisso com a manutenção daquilo que é importante, ou seja, educação com princípios e valores, com respeito à história de nossos alunos e professores e com muita qualidade” finaliza.

Informações/Foto: Assessoria de Imprensa