Domingo, 21 de Julho de 2024

TV Educativa da UEPG começa a transmitir pelo canal 14.1

2023-04-11 às 10:04

A noite de segunda-feira (10) marcou o início das atividades da TV Educativa da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Desde as 21h de ontem, após anúncio no programa Esporte Emoção, a TVE-UEPG pode ser sintonizada pelo canal 14.1. Além do novo número, outras novidades são a melhoria na qualidade de imagem, transmissão da programação pelo site tve.uepg.br e pesquisa junto à comunidade para montagem da programação.

“A vinda da TV educativa para UEPG é um marco na comunicação dos Campos Gerais”, ressalta o reitor da UEPG, professor Miguel Sanches Neto. A instituição planeja dar uma nova identidade para a TV. “Vamos aproveitar o conhecimento instalado dentro da Universidade e o potencial cultural da região. Uma nova linguagem, uma nova programação e principalmente o fortalecimento da identidade dos Campos Gerais. É esse o projeto da TV Educativa com a UEPG”, enfatiza Sanches.

O Núcleo de Tecnologia da Informação da UEPG é o responsável pela gestão técnica da TV. “Manteremos em funcionamento ininterrupto toda a infraestrutura necessária para a transmissão do sinal e temos várias ações que estamos realizando neste momento”, destaca o diretor do NTI, Luiz Gustavo Barros. A primeira ação foi a migração para o canal 14.1. “Na sequência, iremos aumentar a qualidade da transmissão para Full HD nas próximas semanas. Também estamos fazendo testes para implantar a transmissão de links ao vivo para o uso das equipes”. A transmissão da TVE não será apenas pela televisão. “Estamos estruturando o site da TVE em que, dentre diversos conteúdos, terá a transmissão do sinal via streaming”. O site permitirá que o espectador acompanhe os conteúdos da TVE-UEPG onde estiver, além de notícias e informações, no endereço www.tve.uepg.br.

A TVE-UEPG inicia no 14.1, com nova marca e campanhas com pessoas da comunidade para chamar os ponta-grossenses a abraçarem a nova fase do canal. O trabalho foi feito pela equipe da Coordenadoria de Comunicação da UEPG (CCom). “Além da assessoria de imprensa propriamente dita, a equipe de profissionais da CCom está envolvida, nesta fase de pré-lançamento, na criação de peças gráficas, vinhetas e vídeos da campanha para TV, site e redes sociais; no estudo de renovação de equipamentos de audiovisual e no desenvolvimento do projeto gráfico do estúdio”, explica a coordenadora Luciane Silva Navarro. A equipe contribuirá, até o lançamento em agosto, para a formulação do projeto TVE-UEPG. “Estamos, na CCom, muito motivados para entregar o melhor do nosso trabalho, para fazer jus ao nome da UEPG à frente da TVE. Vida longa à TVE-UEPG”.

Participação interna e externa

A UEPG está unida para construir da nova fase da TVE: a Pró-reitoria de Planejamento (Proplan) atua na adaptação de espaços e constituição dos regulamentos; a Pró-Reitoria de Assuntos Administrativos (Proad) e Procuradoria Jurídica (Projur) trabalham na gestão dos contratos; e o Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância (Nutead) administrará o canal. “Entendemos que a experiência com a produção televisiva proporcionará um salto de qualidade da divulgação científica das atividades acadêmicas de ensino, pesquisa e extensão junto à comunidade”, destaca Carlos Willians Jaques Morais, assessor da reitoria, responsável pelo processo na UEPG.

A partir de agosto, o trabalho da equipe da TV está previsto para acontecer no prédio anexo ao Cine-Teatro Pax, assim que as obras forem finalizadas. “Aos poucos, vamos inserir programas mediante chamamento público em editais, conforme as diretrizes do Projeto TVE-UEPG. A mudança para o novo local de funcionamento ocorrerá quando todas as adaptações necessárias forem atendidas”, completa Carlos.

Para início das atividades, produções audiovisuais documentais serão selecionadas para passar na programação. “Estamos preparando um edital para selecionar curtas-metragens e documentários produzidos no Paraná, para exibição na grade de programação da TV Educativa”, informa Eduardo Godoy, diretor executivo da TV. O objetivo é proporcionar espaço para que produtores audiovisuais possam exibir suas produções em uma TV aberta. “A nova TVE começa seu processo de implantação da nova programação se propondo a ser uma fomentadora e distribuidora da produção audiovisual paranaense”, finaliza. O edital será aberto nos próximos dias em formato de fluxo contínuo e as produções serão avaliadas internamente, conforme inscrições.

Mais proximidade com o público

A nova programação da TV também conta com participação da comunidade. A instituição preparou um formulário com perguntas para saber o perfil do telespectador e quais conteúdos e programas a população deseja assistir. As respostas serão consideradas nos projetos de conteúdo e planejamento de programação.

Também haverá um canal de comunicação mais direta, por meio de Whatsapp, pelo número 42 2102-8080. O link do formulário está aberto à comunidade de Ponta Grossa e pode ser acessado aqui.

Transição e retomada

A TV Educativa foi um canal de televisão administrado pela Fundação Educacional de Ponta Grossa (Funepo). A outorga para o funcionamento da TV foi homologada em maio de 1998. Em 2000, foi iniciada a transmissão, como a primeira geradora educativa de sons e imagens no Paraná, mantida financeiramente pelo poder público municipal. A emissora ponta-grossense operou por 17 anos no canal 58 UHF, até passar a transmitir pelo sinal digital.

Em 30 de agosto, em atendimento à demanda da Prefeitura Municipal e da Câmara de Vereadores, considerando a importância de manutenção de um veículo de comunicação local, a UEPG manifestou interesse em administrar a TV Educativa. Por meio do Nutead, a instituição trabalhou num estudo de viabilidade que culminou na apresentação de parecer favorável, encaminhado à Câmara Municipal. Em 15 de dezembro de 2022, a Câmara de Vereadores de Ponta Grossa concluiu a votação do projeto de Lei 339/2021, que tranferiu a TV para a Universidade.

A passagem da TVE para a Universidade aconteceu após parecer favorável da Reitoria à transferência direta da outorga do sinal da TVE, em 20 de março deste ano.

da UEPG