Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Série B: Operário vence o Santos por 1 a 0 no Germano Krüger

2024-06-15 às 10:54
Foto: André Jonsson/OFEC

O torcedor alvinegro saiu satisfeito do Germano Krüger nesta sexta (14): por 1 a 0, o Operário venceu o Santos, pela Série B do Campeonato Brasileiro, num dos jogos mais aguardados do ano pelos ponta-grossenses. A vitória garantiu ao clube mais 3 pontos e, agora, é o terceiro na tabela, com 18 pontos após 10 rodadas, atrás apenas do Avaí, com 20 pontos, e do América (MG), com 18 pontos em nove rodadas. Até a nona rodada, era o Santos quem figurava em 3º lugar e, agora, ocupa a 6ª posição, com 15 pontos.

O apito inicial foi dado às 19h e o gol da vitória saiu logo no primeiro tempo, aos 21 minutos, pelo zagueiro Willian Estefani Machado. O meio-campo Hayner, do Santos, levou cartão amarelo aos 27 minutos e, 15 minutos depois, foi a vez do Operário ser advertido, com o cartão amarelo do meio-campo Jacy.

O segundo tempo começou com Hayner sendo substituído por Rômulo Otero. Outro meio-campo do Santos levou cartão amarelo: Pedro Gabriel, aos 54 minutos. Em seguida, Pedro deixa o campo e é substituído pelo atacante Guilherme, aos 61 minutos. O atacante Willian Gomes de Siqueira, do Santos, também deixa a linha e Júlio Furch assume a posição, aos 62 minutos. Um minuto depois, mais um meio-campo do Santos toma cartão amarelo: João Schmidt.

Do Operário, o meio-campo Bruno é substituído por Vinícius. O zagueiro Pará toma cartão amarelo aos 75 minutos. O meio-campo Daniel é substituído pelo atacante Ronaldo Henrique, aos 78 minutos, e o atacante Ronald Sant’Anna assume a posição do meio-campo Pedro Lucas, no minuto seguinte.

João Schmidt, do Santos, é substituído por Sérgio Ricardo, aos 80 minutos. Logo em seguida, o zagueiro Carlos Gilberto, do Santos, e o meio-campo Vinícius, do Operário, levam cartão amarelo. Rodrigo Ferreira, do Santos, entra no lugar do zagueiro JP Chermont, aos 85 minutos. O atacante Rodrigo, do Operário, sai de campo e entra Marco Antônio em seu lugar.

Já nos acréscimos, o meio-campo Rômulo Otero, do Santos, toma cartão amarelo. Dois minutos depois, um gol do Santos é invalidado depois de análise do VAR. A partida termina aos 90 minutos com 11 de acréscimo e vitória para o Operário.

O Fantasma conquistou 18 pontos nos 10 primeiros jogos no Brasileirão Série B de 2024, a maior pontuação a essa altura em toda a sua história. Foi a quarta vitória do Operário por 1 a 0 no campeonato – nenhum outro clube tem mais do que duas.

Fotos: André Jonsson/OFEC