Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Arquitetura paulista ganha plataforma que promove imersão humanizada

2022-08-29 às 08:14

Os apreciadores de obras arquitetônicas já podem conferir uma exposição virtual das obras mais emblemáticas de 11 cidades do estado de São Paulo, por meio do Projeto Acervo SP. A iniciativa é da BitSocial, em parceria de fomento com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo, CAU-SP.

O site tem o objetivo de preservar e resgatar a memória dos acervos arquitetônicos e urbanistas de São Paulo, Bauru, Campina, Mogi das Cruzes, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São José dos Campos, São José do Rio Preto e Sorocaba.

Entre os locais destacados na cidade de São Paulo, por exemplo, há o Hotel Unique, o Edifício Copan e o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, o MASP. Já em Ribeirão Preto, a Choperia Pinguim, o Theatro Pedro II e o Museu do Café estão entre os destaques.

A plataforma conta com entrevistas gravadas com personalidades da área da arquitetura e urbanismo com tradução em libras, assim como, personagens singulares das regiões, buscando humanizar e retratar o papel e representatividade cotidiana e emocional das obras.

Inclusiva, a plataforma digital adota o uso da hashtag “Pra Todos Verem”. A ação, utilizada para descrever imagens, tem o objetivo de tornar o acesso à informação mais democrático, a partir dos meios digitais, para pessoas com deficiência visual, além de expandir a acessibilidade e o alcance dos conteúdos. Para promover uma verdadeira integração com os internautas o site conta com uma área para que os interessados enviem depoimentos sobre histórias das cidades.

Outro aspecto inovador do projeto envolve o fomento junto as secretarias de patrimônio, cultura e turismo das 11 cidades contempladas, por meio da experiência, qualidade e alcance que a plataforma pretende alcançar. Além disso, a plataforma digital permitirá a integração com os projetos dos governos municipais e estadual, ampliando a visibilidade da CAU-SP junto aos órgãos públicos, valorizando a atuação dos arquitetos e urbanistas nos municípios.