Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

Educação Especial cresce rapidamente nos últimos 10 anos no Brasil

2022-09-09 às 11:58

A educação especial no Brasil nos últimos 10 anos cresceu rapidamente, pois, de acordo com o Anuário Brasileiro da Educação Básica de 2021, as matrículas na Educação Básica quase duplicaram, passando de 702,6 mil, em 2010, para 1,3 milhão, em 2020, sendo que a maior parte delas ocorreu no Ensino Fundamental (78,3%). 

A demanda crescente de educação especial no Brasil exige que cada vez mais professores se qualifiquem para ensinar as crianças, adolescentes e adultos com deficiência. Existem muitos cursos de formação para professores e outros profissionais que gostariam de aprofundar seus conhecimentos sobre braille, linguagem de sinais, metodologias de ensino para pessoas com deficiência, atendimento educacional especializado, pedagogia, inclusão, neuropsicopedagogia, educação especial inclusiva, entre outras áreas relacionadas à educação especial.

A oferta de cursos para formação de professores é ampla e inclui tanto cursos de bacharelado, quanto de pós-graduação e mesmo cursos de curta duração com foco para a educação especial. Em 2022 a plataforma brasileira Aprimoramente.com lançou o Guia de cursos online para professores que desejam aprender mais na área da educação especial. Muitos cursos não estão disponíveis de forma presencial em todas as cidades brasileiras e, desta forma, as aulas online voltadas à educação especial podem contribuir com uma mudança positiva nas escolas e comunidades de cidades que anteriormente não tinham acesso às técnicas e conhecimentos específicos aprendidos nos cursos. 

A Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva foi apresentada em 2008 com o objetivo de assegurar a inclusão escolar de alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, resultando no aumento de escolas de educação especial no Brasil. De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (IBGE, 2019), as pessoas com deficiência intelectual encontravam-se em situação de maior desvantagem, com o menor percentual de pessoas com pelo menos ensino médio completo e com o maior percentual sem instrução ou com ensino fundamental incompleto.

Segundo dados da UNESCO há no Brasil mais de 45,6 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, representando quase 24% da população brasileira. No mundo, há mais de um bilhão de pessoas que vivem com alguma forma de deficiência, destas quase 93 milhões são crianças. Juntamente com a demanda crescente, a oferta de opções de educação especial no Brasil está lentamente aumentando a cada ano. São diversas as opções de cursos online e presenciais para pessoas com deficiência, além de escolas especiais especializadas. O Guia de Educação Especial lançado em 2022 pela plataforma Aprimoramente.com lista as opções de cursos cujo público-alvo são pessoas com deficiência visual, auditiva ou intelectual, informando pais e alunos que buscam opções de desenvolvimento pessoal.