Sexta-feira, 17 de Setembro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Acusado de matar a advogada Tatiane Spitzner vai a julgamento nesta quinta-feira (03)

Tatiane foi encontrada morta no dia 22 de julho de 2018, em Guarapuava
02/12/2020 às 15:47

Luís Felipe Manvailer, acusado de matar a advogada Tatiane Spitzner, vai a julgamento nesta quinta (3) e sexta-feira (4).  A expectativa é de que a sentença seja dada até sábado (5) de manhã. O julgamento acontece dois anos e quatro meses após o assassinato da jovem.

Tatiane foi encontrada morta no dia 22 de julho de 2018, no apartamento do casal, em Guarapuava. Manvailer, marido da jovem, foi preso horas depois, a mais de 340 quilômetros de distância, após se envolver em um acidente. A acusação afirma que ele tentava fugir para o Paraguai.

A versão defendida pelo Ministério Público é de que o acusado assassinou a esposa e a arremessou da sacada do quarto andar. Imagens de câmeras de segurança mostram que, pouco antes da tragédia, Tatiane foi agredida pelo companheiro dentro da garagem do prédio e no elevador.

O tribunal do júri acontece em Guarapuava e será aberto apenas para familiares e juristas, devido à pandemia de COVID-19. Ao todo, serão ouvidas 18 testemunhas —12 pela defesa e nove pela acusação, sendo que três delas foram convocadas pelos dois lados —, além do réu. Após as falas da defesa e da acusação, sete jurados escolhidos por sorteio deverão decidir se Manvailer é culpado ou inocente. Caso seja condenado, o rapaz pode receber pena de até 30 anos de prisão.