Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

Agência do Trabalhador é invadida e um suspeito é preso em PG; veja imagens

2020-11-11 às 09:26

Na madrugada desta quarta-feira (11), a Agência do Trabalhador foi invadida e vários objetos foram furtados. A Polícia Militar já foi acionada e está investigando o caso. Ainda não foi possível contabilizar o tamanho do prejuízo.

“É uma triste notícia para todos nós. Nesta manhã, nós chegamos e encontramos a Agência arrombada, inteira remexida, os armários abertos e as mesas todas reviradas. Resumidamente, entraram em todos os setores”, detalha a diretora da Agência do Trabalhador, Kelyn Kris Gonçalves.

De acordo com a diretora, o atendimento foi interrompido nesta manhã (11) e está sendo realizado o levantamento dos objetos que foram levados. “A gente ainda está em choque, mas já estamos fazendo toda a contagem das coisas e o levantamento do que foi levado. É um prejuízo enorme para todos nós”, lamenta.

Para Kelyn, além do prejuízo financeiro, a população também será prejudicada até que o atendimento seja reestabelecido. “Foi um baita prejuízo até para os trabalhadores que estão aguardando para ser atendidos”, destaca. 

“À princípio entraram na Agência do Trabalhador para roubar, mas está muito estranho. Um deles [dos assaltantes] já foi preso e se foi alguma coisa armada ele vai contar”, comenta o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel. Ele não descarta a possibilidade de terem entrado no órgão com outras intenções. “Tem quadrilhas organizadas para roubar informações, não é para roubar dinheiro. Ali tem o nome das pessoas, telefone, endereço e o cadastro completo e aí a quadrilha vai lá direto nos arquivos”, diz.

As declarações foram dadas durante o Programa Nilson de Oliveira, apresentado por Rangel na Rádio Mundi FM. 

Policiais militares encontraram suspeito no local

De acordo com informações da Polícia Militar, agentes se deslocaram até o local, por volta das 02h, e constataram que a porta do órgão foi aberta à força e havia um rastro de destruição no interior do local. Ao realizar buscas no local, um homem foi encontrado no último andar, escondido sob uma mesa. O suspeito, de 38 anos de idade, recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Ponta Grossa para prestar esclarecimentos. A PM suspeita que o crime tenha sido cometido por mais de uma pessoa e está investigando o caso.

Veja algumas imagens:

Informações: Polícia Militar Imagens: Reprodução