Domingo, 19 de Maio de 2024

Câmara de Vereadores aprova pedido de licença do vice-prefeito Capitão Saulo

2022-08-01 às 17:09
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Câmara Municipal de Ponta Grossa aprovou, com 17 votos favoráveis, na sessão ordinária desta segunda-feira (1º), o pedido de licença feito pelo vice-prefeito Capitão Saulo Vinicius Hladyszwski.

De acordo com o Projeto de Decreto Legislativo 03/2022, o vice-prefeito solicitou a licença não remunerada no período de 1º de agosto até 30 de setembro de 2022, para tratar de “interesses particulares inadiáveis”. Capitão Saulo também informou que a sua esposa, Luciana Delgobo, passaria por uma cirurgia nesta segunda-feira (1º) e que ela “necessitará de cuidados especiais no período em que estiver convalescendo no pós-cirurgia”, consta no documento.

Durante a discussão, o vereador Doutor Erick (PSDB) destacou que junto ao ofício encontra-se um atestado médico com o CID Z76.3, assinado pelo médico Dr. Cristiano Gatelli inscrito no CRM/PR 35966. “O CID do atestado refere-se à pessoa em boa saúde acompanhando pessoa doente. Ficou um pouco confuso, porque o ofício estabelece um período de 60 dias e no atestado o doutor acabou esquecendo de colocar o período de acompanhamento, mas confio no Dr. Cristiano e na boa intenção do vice-prefeito que estará, durante o período determinado pelo ofício, em sua casa, cuidando da sua esposa Luciana Delgobo. Agimos em cima deste atestado que está em nome de um médico registrado”, afirma.

A vereadora Joce Canto (PSC) também afirmou que votaria favoravelmente baseado na legalidade do atestado. “Nós nunca questionamos um atestado de qualquer outro vereador desta casa, também não poderíamos questionar o pedido do Poder Executivo. Um atestado médico deve ser respeitado”, pontua.

O vereador Júlio Küller (MDB) também se manifestou favoravelmente ao pedido. “Estamos votando um pedido baseado em documentos e a gente crê piamente que está tudo certo dentro dos conformes. Mas convenhamos, isso é uma novela. A gente vai votar realmente confiando em todos os documentos, meu voto é favorável, acredito que o Capitão Saulo tem o direito assim como a prefeita, que tem trabalhado muito e se dedicado bastante, tem esse direito. Mas essa novela não acaba aqui e veremos os próximos capítulos”, pontua.

Por fim, o vereador Daniel Milla (PSD) enfatiza que ele, enquanto presidente da Câmara Municipal, não vota em projetos como este, mas que votaria favoravelmente somente por ser uma questão de saúde da família, “se fosse para fazer campanha eleitoral, seria contrário”, afirma.

Com a aprovação do pedido de licença do vice-prefeito Capitão Saulo, e como a prefeita Elizabeth Schmidt estará em férias de 5 a 22 de agosto, quem assume a Prefeitura de Ponta Grossa neste período deve ser o Presidente da Câmara, Daniel Milla, de acordo com a ordem de sucessão.

Clique aqui e confira o Projeto de Decreto Legislativo na íntegra