Domingo, 21 de Abril de 2024

Caso Tatiane Spitzner: Julgamento de Luis Felipe Manvailer é remarcado para 4 de maio

2021-02-17 às 14:46

O julgamento de Luis Felipe Manvailer,  acusado de matar a advogada e esposa Tatiane Spitzner, foi remarcado para o dia 4 de maio, na 1ª Vara Criminal e Tribunal do Júri de Guarapuava. A remarcação ocorreu depois que a defesa do réu abandonou o plenário durante a sessão do julgamento, no último dia 10.

O juiz também determinou a nomeação de um advogado dativo ou de um defensor público, para acompanhar o caso. Segundo a determinação, esta medida é necessária para garantir que o julgamento não seja cancelado novamente.

 

Relembre o caso

Tatiane foi encontrada morta no dia 22 de julho de 2018, no apartamento do casal, em Guarapuava. Manvailer, marido da jovem, foi preso horas depois, a mais de 340 quilômetros de distância, após se envolver em um acidente. A acusação afirma que ele tentava fugir para o Paraguai.

A versão defendida pelo Ministério Público é de que o acusado assassinou a esposa e a arremessou da sacada do quarto andar. Imagens de câmeras de segurança mostram que, pouco antes da tragédia, Tatiane foi agredida pelo companheiro dentro da garagem do prédio e no elevador.