Sábado, 28 de Novembro de 2020

Coluna MKT Criativo: Como ter uma loja online que se vende sozinha?

07/07/2020 às 13:28

Este é o verdadeiro sonho de consumo de todas as pessoas que começam a investir com marketing digital e possuem um produto, serviço ou loja online. Mas afinal, como chegar ao nível em que sua loja online se venda sozinha?

Antes de mais nada, é preciso desmistificar algumas coisas. Se você pesquisar sobre o assunto, irá encontrar inúmeros profissionais que dizem ter a fórmula que irá fazer você aumentar muito a sua renda em pouquíssimos dias. Bom, não existe fórmula mágica pra nada, quem dirá pra isso.

O comportamento de consumo nas redes sociais pode ser medido e pode ser até padronizado, mas dentro da realidade do seu negócio. Por isso essas fórmulas mágicas nem sempre funcionam de fato.  

Sendo assim, o primeiro passo essencial para ter um serviço ou produto que se venda sozinho é entender qual o seu público. Para quem você vai vender? Você sabe onde encontrar esse público? Aqui vale esmiuçar mesmo, selecionando a faixa etária, delimitação geográfica, e até frequência de consumo.

Sim, eu sei que o seu objetivo é vender para o máximo de pessoas possível, mas vale você avaliar até que ponto querer atingir um público tão grande de fato repercutirá em mais vendas. Qual será o seu custo para fazer uma venda pra alguém da região Centro-Oeste, estando na região Sul? Vale a pena? Será que o seu custo não aumenta muito? Coloque tudo isso na ponta do lápis.

O segundo passo é pensar de que forma você vai impactar esse público. Redes sociais? Anúncio no Google? E-mail marketing? Você já tem essas plataformas estruturadas? Aqui vale o estudo sobre cada uma das ferramentas. É claro que, quanto mais meios você puder usar para divulgar o seu negócio, melhor, mas isso leva ao terceiro passo que é: investimento.

O terceiro passo é estruturar o quanto você precisará investir nisso. Quanto você precisa, minimamente, para conseguir rodar esses anúncios? Você tem essa verba? Se não, como irá redistribuir de forma que dê resultado? Querendo ou não existe uma distância (que na maioria das vezes é grande) entre aquilo que se quer investir e aquilo que de fato se pode investir, por isso é interessante avaliar isso antes de definir a estratégia que irá utilizar.

Tudo isso que estou falando resume-se a: planejamento. É necessário muito planejamento e “pé no chão” para garantir que seu investimento seja correto, que sua plataforma funcione e o seu negócio, de fato, comece a se vender sozinho.

Mas de antemão posso garantir que isso não será do dia pra noite. E você precisará de suporte. Claro, muito do trabalho continuará em suas mãos, e isso é essencial para que de fato possa dar certo, mas você precisará de ajuda.

foto: Lorena Pedroso

48944