Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Comércio de PG deve ter queda de 40% nas vendas para o ‘Dia das Mães’

2020-05-07 às 17:41

O Dia das Mães é sempre um período de grande movimentação no comércio de Ponta Grossa. Depois do Natal, esta é a principal datas do setor durante todo o ano. Porém, este ‘Dia das Mães’ será um pouco atípico devido à pandemia da Covid-19. Em conversa com o D’Ponta News, o presidente do Sindilojas de Ponta Grossa, José Loureiro Neto, estima uma redução drástica nas vendas deste ano.

“Em função da pandemia, para esse ano podemos estimar uma queda de 40% nas vendas do comércio em comparação com o ano passado. Um fato que observamos é que muita gente está sem dinheiro e não pode comprar presentes. Outro fator, é o isolamento social, onde muita gente não poderá sair, viajar ou visitar a mãe no domingo, isso também explica um pouco a queda”, relata.

Pesquisa nacional aponta que 85% dos consumidores irão presentear na data apesar do coronavírus

Com grande representatividade no setor de consumo varejista, o período do Dia das Mães traz boas perspectivas para os pequenos negócios, mesmo diante da pandemia do Coronavírus: 85% dos filhos pretendem presentear suas mães no domingo, dia 10 de maio, de acordo com pesquisa recente Behup/Globo 2020. Desse total, a maioria (82%) considera comprar os presentes de forma online. Em 2019, o e-commerce brasileiro faturou R$ 2,2 bilhões no Dia das Mães, a expectativa é que esse número cresça neste ano. Segundo o estudo da Behup, a explicação para o aumento das vendas está na importância da data diante do isolamento social, imposto pela Covid-19.

Muitas mães fazem parte do chamado grupo de risco, pessoas que estão mais suscetíveis ao vírus e devem permanecer em isolamento. Para 57% dos entrevistados, esse novo contexto social aumentou a importância da comemoração dessa data. Em relação aos presentes que serão escolhidos, os preferidos são: perfumes, roupas, chocolates, flores e acessórios.

Com informações: Sebrae/Foto: Reprodução/Arquivo