Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Conselheira tutelar do Paraná que usou carro da instituição para “encontros amorosos” pode perder o cargo

2020-04-20 às 09:30

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Paranacity, no Noroeste do estado, ajuizou ação civil pública por improbidade administrativa contra uma conselheira tutelar de Cruzeiro do Sul (município da comarca) e uma ex-conselheira. Conforme apurou o MPPR,  a conselheira utilizou o veículo do Conselho Tutelar para fins particulares, com conhecimento da outra, que não adotou as providências devidas em relação ao fato.

A ação relata que a conselheira utilizou o veículo do CT pelo menos duas vezes para sair com o namorado, chegando inclusive a levá-lo à própria sede do Conselho para encontro íntimo. Quanto à então colega, “tomou conhecimento da conduta imoral da colega e se omitiu em adotar, tempestivamente, as providências cabíveis, visto que presenciou, em duas oportunidades, a utilização indevida do veículo e da sede do Conselho Tutelar para encontros amorosos”.

A ação requer a condenação das requeridas às sanções previstas na Lei de Improbidade, como perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e pagamento de multa.

Informações: Ministério Público/Imagens: Paraná Portal.