Segunda-feira, 08 de Agosto de 2022

Coronavírus: Serviço de 0800 já atendeu mais de 600 pessoas em Guarapuava

27/03/2020 às 17:56

Uma simples ligação pode ajudar e transformar uma vida. Essa ciência é o que move a equipe de profissionais da Secretaria de Saúde de Guarapuava, que há uma semana trabalha no serviços de atendimento 0800 sobre o Covid-19. Em sete dias, mais de 600 guarapuavanos que precisaram de apoio e informação sobre a pandemia encontraram tranquilidade e orientação em uma chamada telefônica. Foi assim com a dona Renata Verônica Weckel, de 76 anos, e seu marido Jacob, de 86. “Nos disseram para permanecer em isolamento e entrar em contato se tivesse qualquer alteração. Foi muito útil, nos sentimos seguros com esse suporte e não pretendemos sair de casa tão cedo”.

O serviço é disponibilizado das 8h às 23h, atendendo em média, 90 pessoas por dia. “O call center está sendo uma ferramenta importante de suporte à população, tanto sobre os sintomas e deslocamento das equipes, quando necessário, como para atendimentos referentes ao covid-19 e apoio psicológico. Além disso, garante que as Unidade Básicas e de Pronto Atendimento se mantenham sem aglomerações”, declarou o secretário de Saúde, Celso Goes.

ORIENTAÇÃO E MONITORAMENTO PROFISISONAL

Nos casos de suspeita, os profissionais avaliam o paciente, oferecendo as devidas orientações. “O único caso já confirmado de Coronavírus em Guarapuava foi identificado através do call center. Identificarmos a alta probabilidade de ser vírus e encaminhamos o paciente diretamente ao hospital. A maioria das pessoas nos telefonam questionando se seus sintomas condizem com os do Covid-19 e qual procedimento adotar. E há muitas situações em que, após conversarmos com o paciente, identificamos um quadro sem gravidade, passível de manejo domiciliar, sem a necessidade de comparecer a uma consulta médica num primeiro momento”, informou o médico clínico, Hiagor Silva.

Seu José de Oliveira Campos Filho, de 72 anos, é um desses pacientes. “Me passaram todas as orientações para monitorar temperatura e ficar atento a qualquer sintoma. Todos os atendentes foram muito profissionais e educados, mas rígidos nas orientações. Eu estou seguindo direitinho”, contou.

ATENDIMENTO PSICOLÓGICO

Além disso, a linha que também conta com a atuação de quatro psicólogos, tem sido essencial para atender a população neste período de isolamento social. “Muitos pacientes com sintomas gripais estão ansiosos, outros com sintomas psicossomáticos causados por stress. Levamos informação e suporte emocional de forma correta para o enfrentamento”, destacou a psicóloga, Elaine Cristine Palazio. “Oferecemos um atendimento humanizado, com carinho e cuidado que a situação merece. O trabalho é gratificante quando percebemos que nossa ligação faz diferença na vida das pessoas”, completou a psicóloga Juliana Fiorim.

Vale lembrar que o apoio psicológico inclui os profissionais da saúde que estão na linha de frente. Para isso, os trabalhadores que desejam atendimento individualizado ou em grupo, por telefone ou WhatsApp, devem procurar o grupo de psicólogos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo número (42) 3622-1427, no Caps II.

Está com sintomas ou dúvidas sobre a doença? Ligue para 0800 642 0019 e siga as orientações dos profissionais.

da Assesoria