Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022

Curitiba registra 96% de ocupação de UTIs e secretaria de saúde pede suspensão de cirurgias eletivas para atender pacientes com COVID-19

17/11/2020 às 15:09

Dos oito hospitais de Curitiba, cinco – Hospital Evangélico Mackenzie, Hospital do Idoso, Hospital do Trabalhador, Hospital Marcelino Champagnat – estão sem vagas de UTI. No total, a taxa de ocupação é de 96%, fato que levou a secretaria de saúde da cidade a pedir a suspensão de cirurgias eletivas para atender pacientes com COVID-19.

Nesta segunda-feira (16), Curitiba contabilizou mais de 1.500 novos casos da covid-19 e ultrapassou a marca de 60 mil casos. Além disso, a alta procura de pacientes com problemas respiratórios nas Unidades de Pronto-Atendimento preocupa.

A secretaria afirma que informou o secretário estadual da saúde, Beto Preto, sobre a decisão de suspender as cirurgias eletivas em hospitais que atendem pelo SUS em Curitiba, sejam eles públicos ou privados.