Domingo, 22 de Maio de 2022

Dados mostram impacto da vacinação contra Covid-19 em PG

19/01/2022 às 15:25

Há exatamente um ano Ponta Grossa dava início à vacinação contra Covid-19. No dia 19 de janeiro de 2021, a enfermeira Terezinha, que venceu a Covid-19 após internamento em UTI, foi a primeira pessoa a ser vacinada no município. Atualmente, de acordo com a Prefeitura, 99,3% da população recebeu ao menos uma dose de vacina, 96,7% está com o esquema vacinal completo e 27,1% já recebeu a dose de reforço.

No dia 18 de janeiro de 2021, enquanto a vacinação ainda não havia iniciado, foram registrados 134 casos positivos e cinco mortes pela doença. Além disso, haviam 45 internados em enfermaria e 36 internados em UTI. Já um ano depois, foram confirmados 596 novos casos e nenhuma morte, dez pacientes internados em enfermaria e três internados em UTI.

Ponto de vista científico

De acordo com o professor Everson Krum, vice-reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa e ex-diretor do HU-UEPG, apesar do aumento de casos positivos nas últimas semanas, os dados sobre internamentos e óbitos “mostram a importância da vacinação para conter os casos graves da doença, que sempre foi e será o objetivo das vacinas”, pontua.

Krum ainda destaca dois pontos de vista importantes nesta análise. “Do ponto de vista estratégico, a vacinação foi essencial para evitar um novo caos na saúde e reflexos em todos os outros setores sociais e econômicos, como vimos em 2021. Do ponto de vista científico, a vacina representa o colete à prova de balas que evita que um grande número de pessoas desenvolva quadros graves da doença”, declara. E finaliza. “O que a vacina nos trouxe foi uma segurança de que boa parte dos casos positivos de Covid representaria casos com sintomas leves e não casos graves com internamento e sobrecarga sobre o sistema de saúde”, finaliza.

* Dados completos sobre a cobertura vacinal em Ponta Grossa podem ser acessados neste link.