Sábado, 18 de Maio de 2024

Família se despede de professor vítima da COVID-19 em Ponta Grossa

2020-08-12 às 11:48

O professor aposentado da rede pública de ensino de Ponta Grossa, Norberto Jacob Ceccato, de 85 anos, é a 22ª vítima fatal da COVID-19 no município. Ele estava internado no Hospital Geral Unimed e não resistiu às complicações causadas pela doença e morreu nesta quarta-feira (12). Sem velório, o corpo foi levado direto para o Cemitério São José. Familiares enviaram ao D’Ponta News um texto, com a intenção de homenagear o idoso.

Leia na íntegra.

“Hoje o sol não brilhou.., os pássaros não cantaram …. os risos se calaram… e as lágrimas rolam em nossos corações…Hoje queríamos que essa verdade fosse mentira… mais um pedacinho da nossa família vai ficar mais distante… É com muita tristeza que a família Ceccato, informa o falecimento do Senhor Norberto Jacob Ceccato aos 85 anos, o senhor Norberto era casado com Lúcia Maria Filgueiras Ceccato, o casal teve três filhos Lucélia de Fátima Ceccato, Norberto Filgueiras Ceccato e Leopoldo Ceccato. Norberto Jacob Ceccato foi professor do ensino médio e da Universidade Estadual de Ponta Grossa, onde ocupou a primeira chefia do departamento de letras em 1993, Advogado renomado, exerceu a função de vereador nos anos de 1969 a 1973 sendo que em 1970 foi vice presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa. A sua forte personalidade , de homem dedicado, líder por natureza, escondia uma sensibilidade extraordinária, que emergia nos pequenos gestos e nos grandes, que sempre assumia. Será lembrado por sua inteligência, caráter e retidão. E por isso amamos o senhor incondicionalmente… E temos a certeza de que hoje está sendo recebido com aplausos pelos anjos do céu“.

A Universidade Estadual de Ponta Grossa emitiu uma nota, lamentando a morte do professor. Leia.

A Universidade Estadual de Ponta Grossa lamenta o falecimento do professor aposentado Norberto Jacob Ceccato, sepultado na manhã de hoje (12). Falecido aos 85 anos, Ceccato foi um dos precursores da Universidade. Lecionou  Teoria da Literatura na Faculdade de Filosofias, Ciências e Letras de Ponta Grossa, a partir de março de 1967. Continuou a lecionar na instituição quando a faculdade se tornou UEPG.

“Era uma pessoa entusiasmada e recebia todos os professores do curso na sua casa, no bairro de São José”, considera o reitor da UEPG Miguel Sanches Neto, colega de departamento de Ceccato entre 1993 e 1999, quando este se aposentou.

Natural de Caxias do Sul/PR, Ceccato nasceu em 6 de janeiro de 1935. Em 1993, foi o primeiro chefe do departamento de Letras Vernáculas da UEPG. Além de professor, Ceccato era advogado e foi vereador entre 1969 e 1976. Em 1970, foi vice-presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa.

A comunidade acadêmica lamenta a perda e se solidariza com a família e amigos.