Domingo, 19 de Maio de 2024

Igrejas correm risco de perder fiéis se houver contaminação pelo coronavírus durante cultos e missas, alerta Rangel

2020-05-08 às 08:40

As igrejas, templos e demais locais de culto que reabrirem correm risco de perder fiéis, caso se confirme a contaminação pelo coronavírus durante um culto ou uma missa. O alerta foi feito pelo prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, durante o ‘Programa Nilson de Oliveira’, que foi ao ar na manhã desta sexta-feira (8) pela Rádio Mundi FM.

O decreto municipal 17.293/2020 permite a reabertura de igrejas para atividades religiosas presenciais no próximo domingo (10), entretanto Rangel acredita que os fiéis encontrarão poucos locais abertos. “Pelo que nós vimos, são poucas as igrejas que vão retornar. Muitos líderes religiosos estão com um certo receio e estão certos, pois o culto pode proliferar a Covid-19”, salienta.

Rangel lembrou que os bispos da Igreja Católica estão decidindo não reabrir as paróquias em todo o Brasil. “Eles imaginam que se tiver uma notícia de uma infecção dentro de uma igreja na próxima semana não vai ninguém mais na missa. A preocupação é que as paróquias podem perder fiéis porque foi noticiado um caso dentro da igreja”, explica. Ele citou como exemplo a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo, que permanece fechada ao público.

“É duro ouvir isso, mas eu tenho que falar. De repente uma pessoa acaba sendo contaminada durante um culto e a cidade inteira vai saber de onde veio. É claro que futuramente essas igrejas podem ser evitadas pela grande maioria da população”, enfatiza. Ele acrescenta que a Prefeitura Municipal divulga um mapeamento diário atualizando o número de casos no município e qual a origem da infecção. 

Atualmente, Ponta Grossa conta com 21 casos de Covid-19. Nove deles já estão recuperados e quatro são da mesma família.

Imagem: Reprodução